O Honda CR-V para o consumidor brasileiro ainda é um produto atual, mas os norte-americanos já se cansaram dele. Suas vendas caíram 40% em março e seu rival número 1, o Toyota RAV4 (na versão para o país), está vendendo como nunca nos Estados Unidos, segundo aponta a edição local da revista Car and Driver. Está na hora de renovar o carro de forma mais ampla, algo que não ocorre desde 2006, quando foi lançada a terceira geração da série.

Segundo a publicação, a Honda corre para preparar essa tão necessária mudança no CR-V e lança-lo ainda neste ano abrindo as portas para a linha 2012. Os principais pontos que requerem melhorias, conforme aponta a revista, é o desenho frontal do carro e seu consumo de combustível, considerado alto: a versão 4x2 roda em média 10 km/l.

O CR-V à venda no mercado brasileiro é diferente da versão disponível no Brasil. Apesar da semelhança visual, os carros têm diferenças mecânicas, além de serem fabricados em lugares diferentes. Os modelos para o mercado brasileiro vêm do México, enquanto o público norte-americano compra carros fabricados no Japão.

Thiago Vinholes

|