O Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) avisa que anunciará em março se o desprendimento da roda do Fiat Stilo merece ou não um recall. Segundo o órgão, o laudo técnico terá seu resultado revelado no próximo mês, e dirá se os 30 acidentes investigados ocorridos entre 2007 e 2008 – em que uma das rodas do eixo traseiro se soltava sem motivo aparente – foram ocasionados por um defeito de fabricação.
 
Entre os 30 sinistros, oito mostraram indícios de irregularidade. A Fiat alega que a soltura da roda foi uma conseqüência do acidente, e não a causa. A montadora italiana se apóia nos laudos que solicitou a entidades como o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro). “Recall é uma atitude de respeito ao consumidor e caso essa seja a determinação do MP e do Denatran vamos agir o mais rápido possível para reparar os veículos”, garante Carlos Henrique Ferreira, assessor técnico da Fiat.
Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/