A recuperação do Grupo Chrysler, que pediu concordata em 2009, está acontecendo mais rápido do que a Fiat esperava. Hoje dona de 30% do conglomerado norte-americano, destes 5% recém-adquiridos, a empresa italiana planeja aumentar sua participação no grupo americano para 46% até julho deste ano, segundo aponta reportagem do jornal italiano Corriere dela Sera.

Thiago Vinholes

|