A guerra entre os fabricantes de modelos híbridos começa a esquentar e o front da batalha está na divulgação na média teórica de consumo. Depois do Volt, da Chevrolet, e do Leaf , da Nissan, agora foi a vez de o Karma, da Fisker, anunciar sua marca.

O cupê de quatro portas de linhas elegantes seria capaz de rodar 28,6 km com apenas um litro de gasolina. O detalhe é que o Karma não tem nada de carro urbano - é, na verdade, um esportivo com 402 cv de potência total, isso porque ele é movido por dois motores elétricos que recebem energia de um terceiro motor a gasolina.

O Karma também pode ser reabastecido por meio de uma tomada caseira. Ao contrário de outros híbridos ou elétricos puros, o modelo da Fisker só é movido pelos motores elétricos - o propulsor a gasolina tem apenas a função de alimentar as baterias.

Outro aspecto muito ressaltado, a emissão de poluentes, também foi lembrado pela Fisker. Segundo ela, o Karma emite apenas 83 gramas de CO² por km rodado.

Pouco conhecida ainda, a Fisker é uma marca sediada na Califórnia e fundada pelo dinamarquês Henrik Fisker, ex-projetista da Aston Martin. Juntamente com a Tesla, são as duas fabricantes mais elogiadas nos Estados Unidos pela proposta ambiental e pelo formato de negócio semelhante ao das companhias de tecnologia do Vale do Silício.

 

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier |