Um dos mais conhecidos e admirados carros já criados completa 45 anos neste dia 17 de abril. Estamos falando do Mustang, esportivo que criou o termo “pony car” – que significa em termos gerais um pequeno esportivo com grande potência.

A Ford procurava um substituto para o Thunderbird, que havia crescido e migrado para outra categoria. Para isso, a marca apresentou dois conceitos chamados de Mustang I e II, em 1962 e 1963. Ambos tinham pouco do que viria a ser o Mustang de produção, mas serviram com experiência para os designers chegarem a um projeto que agradou desde seu lançamento, em 1964.

Chamado de Mustang 1964 ½, a primeira geração era conversível, mas logo uma versão cupê se juntou a ele. No ano seguinte, surgiu o GT 350 e a carroceria “fastback”, prenunciando uma fase de visual mais agressivo e de maior potência.

Até o final da década de 1960 e mesmo no começo da década seguinte, o Mustang viveu sua fase áurea, mas após a crise do petróleo de 1973 e as leis de emissões de poluentes fizeram o carro perder o seu apelo. A versão conversível saiu de linha e o design deixou a desejar. Mas, ao contrário dos rivais, o Mustang continuou em produção.

Após uma geração que não deixou saudades nos anos 1980, a Ford renovou o
Mustang em 1994, devolvendo o caráter mais esportivo e eliminando a versão notchback, que já não tinha mais sentido. É esse modelo que passou a ser vendido no Brasil, após a abertura das importações.

No entanto, uma década depois surgiria a geração que iria revitalizar o Mustang no mundo. Baseado nas linhas dos primeiros Mustang, a Ford recriou o conceito “pony-car” com um belíssimo design “retrô-futurista”. O resultado foi tão bom que obrigou a Chevrolet e a Dodge a ressuscitarem seus modelos do tipo, o Camaro e o Challenger, que estavam fora de linha.

Hoje o Mustang chegou à 6ª geração, com visual apenas revisado sobre a consagrada 5ª geração. A Ford prepara para os próximos dia um grande evento nos Estados Unidos que reunirá 2 500 modelos do Mustang, incluindo nove exemplares do primeiro Mustang de produção, hoje raridades preciosas.

Visite a galeria de imagens e veja alguns dos modelos mais famosos do Mustang.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/