Carro mais caro da Honda à venda no Brasil, o Accord acaba de estrear sua linha 2016. O sedã, importado dos Estados Unidos, está disponível apenas na versão EX, com preço sugerido de R$ 156,3 mil, e traz como diferencial o novo visual e alterações na lista de equipamentos, que ficou mais recheada.

Na parte estética, o Honda Accord 2016 recebeu faróis e luzes de neblina redesenhados e com iluminação em LED, rodas de liga-leve de 18 polegadas com novo desenho, para-choques com novo formato, lanternas em LED e aerofólio fixado na tampa do porta-malas. O interior recebeu acabamento em couro combinado a material sintético, além de madeira no painel e nas portas.

Já entre os itens de série, o modelo agora oferece um sistema de entretenimento com tela de 7 polegadas multi toque, navegador GPS integrado com informações de trânsito das principais capitais do País (São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Curitiba, inicialmente), conexão WiFi com acesso à internet, Bluetooth, Android Auto e Apple CarPlay.

Há ainda como novidade pedaleiras esportivas em alumínio com iluminação, banco traseiro bipartido rebatível (60/40), retrovisores externos com rebatimento elétrico, sistema Honda LaneWatch (que monitora o ponto cego por meio de uma câmera localizada abaixo do espelho direito) e sistema de partida a distância pela chave (permitindo ligar o ar-condicionado antes de entrar no veículo), entre outros.

 
 
 
 

A lista dispõe também de ar-condicionado automático de duas zonas, freios com ABS e EBD, controle de estabilidade e tração, direção MA-EPS (que interpreta o movimento do motorista, favorecendo ou enrijecendo o esterço da direção quando o carro começa a sair de trajetória em uma curva), assistente de partida em rampas, seis airbags, faróis com acendimento automático, sensor de chuva, teto solar elétrico e destravamento da porta do motorista por aproximação.

O motor do Accord é um 3.5 V6 i-VTEC, que entrega 280 cv de potência a 6.200 rpm e 34,6 kgfm de torque a 4.900 rpm, com direito a tecnologia de Administração de Cilindro Variável (VCM), que ativa e desativa três cilindros do motor, conforme a necessidade, para atender as demandas de potência e economia de combustível. Este bloco está ligado a um câmbio automático de seis marchas, agora com “borboletas” atrás do volante para troca manual de marcha.

O novo Honda está disponível nas cores White Orchid (perolizada), Platinum Silver (metálica) e Crystal Black (perolizada). A garantia é de três anos, sem limite de quilometragem.

Leonardo Andrade

Leonardo Andrade |

Veja mais notícias da marca