Por aqui ele deverá chegar junto com a linha 2018 do monovolume, prevista para estrear no segundo semestre deste ano, mas lá no Japão o facelift do Honda Fit acaba de ser revelado pela fabricante. Em seu país-sede, a Honda vai começar a vender o novo Fit em junho.

Como é possível ver nas primeiras imagens divulgadas no site comercial da Honda no Japão, o Fit contará com discretas evoluções no design concentradas em especial na dianteira. A grade frontal passa a ser mais robusta, destacando o logotipo da marca. Os faróis ganharão um novo jogo de luzes, enquanto o para-choque frontal seguiu o estilo da grade, ostentando um visual com vincos mais pronunciados. A peça também abriga um novo estilo para os faróis de neblina.  

Na parte traseira, o Fit receberá novo para-choque, a opção de um aerofólio acima da tampa do porta-malas (pelo menos no modelo vendido no Japão) e lanternas com iluminação por LED formando um jogo de luzes mais arrojado em relação ao atualmente oferecido no monovolume. 

Na parte interna, seguindo o que conseguimos constatar no carro japonês em sua versão híbrida, o painel de instrumentos permanecerá o mesmo. Os bancos, contudo, podem ganhar um formato mais trabalhado e anatômico. 

Pelo menos no Japão, o facelift da presente geração do Fit trará uma bela evolução no nível de eletrônica embarcada no modelo. O modelo receberá sistemas como a detecção de pedestres, assistente de permanência em faixa, controle de cruzeiro adaptativo, dentre outros.

Vale a pena destacar que no Japão o Fit conta com os controles de estabilidade e tração, além de start-stop, recursos que seriam muito bem-vindos no Fit brasileiro. Mesmo assim, o modelo sempre manteve uma ótima aceitação por aqui e alto nível de fidelização de consumidores. 

Por fim, um ponto importante de acordo com o material divulgado pela Honda no Japão, é que o Fit manterá a gama de motor e câmbio atual. Alguns rumores davam conta de que, em conjunto com o facelift, o Fit iria receber o motor 1.0 tricilíndrico turbo, porém ele deverá ficar mesmo reservado para a próxima geração do Fit. Aqui no Brasil, o Fit é oferecido somente com o motor 1.5 16V e opções de câmbio manual ou automático CVT.  

 
 
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
 
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
 
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
 
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
 
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
 
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
 
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
 
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
Acima o facelift para a geração atual do Honda Fit revelado pela marca no Japão
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |