A briga entre Toyota e Honda não se resume ao embate Corolla versus Civic. Ambas mostraram suas propostas para países emergentes quase que simultaneamente, no Salão de Nova Déli (Índia), na última semana. E talvez a disputa mais acirrada seja entre os híbridos. A Toyota é mais bem sucedida com seu Prius, mas a Honda também colhe bons resultados com seu Insight. Agora, em Detroit, as fabricantes japonesas revelam suas novas apostas de híbridos menores, mais baratos e destinados a um público mais jovem.
 
No mesmo dia em que a Toyota revelou o conceito FT-CH, que de certa forma projeta o que seria uma versão cupê do Prius, a Honda mostra no evento norte-americano a versão de produção do CR-Z, outrora um conceito, apresentado nos últimos salões de Tóquio e Las Vegas. Ponto para a Honda: o resultado final se assemelha muito ao desenho do protótipo.
 
A Honda afirma que o CR-Z é o primeiro esportivo híbrido do mundo. Emprestando do Insight o Integrated Motor Assist (IMA), o cupê traz um motor à combustão de 1.5 litro de 102cv, e outro elétrico, de 20cv. O câmbio acoplado a eles é manual, de seis velocidades. Segundo a montadora, a emissão de CO2 fica na casa dos 117g por quilômetro.
Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/