Acostumada à condição de coadjuvante nos planos do grupo Hyundai-Kia, a marca
Kia prepara um bote certeiro na sua irmã do logo azul. Pelo menos no Brasil onde as duas empresas se degladiam por conta da rivalidade dos representantes locais.

A Kia trará em junho de 2010 dois novos modelos de maneira simultânea para nosso país, as novas gerações do Sorento e do Sportage. O primeiro virá da nova fábrica da marca nos Estados Unidos e é um crossover de linhas mais atraentes que a do atual Sorento, hoje um utilitário esportivo com chassi e carroceria separados.

Já o Sportage ainda é um mistério – sua apresentação está prevista para o início de 2010 na Coréia -, mas sabe-se que ele continuará dividindo plataforma com o Hyundai Tucson, agora da nova geração também chamada de ix35.

Ocorre que a Hyundai tem planos diferentes para o ix35. A marca, representada pelo grupo CAOA, passará a fabricar o atual Tucson no Brasil a partir de janeiro, aproveitando o ferramental da linha de montagem coreana, que passará a produzir apenas o ix35.

E este último virá ao Brasil no meio de 2010 como um veículo mais caro e sofisticado, com preço entre o Tucson nacional e o Santa Fe, que ganha leve reestilização no ano que vem também.
A Kia, ao contrário, substituirá o atual Sportage pelo novo e deve cobrar um valor relativamente parecido com seu antecessor na teoria. Também o Sorento é mais avançado que seu irmão Santa Fe, o que deixará a Kia numa situação privilegiada em relação à Hyundai pela primeira vez nesse segmento.

Tudo isso na teoria, claro, já que a CAOA parece ter mais facilidade em suprir o mercado com seus lotes de importação, coisa que o grupo Gandini sofre para obter – basta ver como o Soul e o Cerato, dois modelos com grande procura, estão em falta nas lojas.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier |