A divisão norte-americana da Mercedes-Benz anunciou nesta segunda-feira (5) o recall do utilitário esportivo Classe M e Classe M AMG (versão esportiva), produzidos entre 1999 e 2004. Segundo a empresa, os veículos podem demorar a desativar o controlador eletrônico de velocidade de cruzeiro (cruise control), o conhecido “piloto automático”. O chamado de revisão foi um pedido da NHTSA (Administração de Segurança Viária nos EUA), que recebeu queixas de consumidores sobre o mau funcionamento do equipamento.

A entidade alerta que a demora na desativação do cruise control pode aumentar o risco de acidades, pois a velocidade do veículo pode não diminuir de imediato. A NHTSA ainda afirma que, em alguns casos, o motorista pode ser obrigado a pisar de forma mais ríspida no pedal do freio. Segundo a Mercedes, o chamado contempla 136.751 veículos.

A fabricante, porém, ainda não confirma se o recall será realizado em outras praças, como na Europa e até mesmo no Brasil, onde o carro foi comercializado até 2005.

Thiago Vinholes

|