Lançada em 2012 no Salão de Genebra, a terceira (e atual) geração do Mercedes-Benz Classe A foi a responsável por alterar a proposta monovolume do modelo e colocar a marca na disputa entre o concorrido segmento dos hatches médios de luxo. 

Apesar do facelift realizado em 2015, um flagra do canal de YouTube “walkART” nos mostra que a Mercedes está avançando no desenvolvimento da quarta geração do Classe A, ao que tudo indica seguindo com uma carroceria de dois volumes.

Os testes estão correndo já que a Mercedes planeja introduzir o Classe A renovado entre o fim de 2017 e o início de 2018, quando a produção terá início. O compacto utilizará a nova plataforma MFA2, apenas uma evolução da atual MFA1, porém que contempla maior uso de alumínio para redução do peso e aumento na rigidez torcional.

A MFA2, que também é compartilhada com a aliança Renault-Nissan, será a base do novo Classe B e também dos novos CLA, CLA Shooting Brake e GLA. Ela também será usada em um inédito sedã compacto que será exclusivo para o mercado chinês.

Na parte mecânica o novo Classe A terá novidades importantes. A transmissão de dupla embreagem com 7 marchas será substituída por uma nova caixa com a mesma solução técnica, porém com 9 velocidades. Além disso, pela primeira vez o Classe A terá uma opção híbrida plug-in, com a possibilidade do carro rodar no modo somente elétrico por cerca de 50 km. Entre os motores a gasolina, ele deverá manter as opções 1.6 e 2.0 turbo, porém com diversas calibrações e faixas de potência.

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |