Desde a 575 Superamerica não víamos um V12 conversível saído de Maranello. Pois Luca di Montezemolo, presidente da Ferrari, anunciou que a 599 GTB, que recentemente ganhou sua versão GTO, ainda mais esportiva, terá agora uma opção conversível. “Ele será um carro bem diferente e certamente surpreenderá. Ele será oferecido somente para um número limitado de clientes que vinham nos questionando sobre a possibilidade de uma versão open top de nosso modelo V12 atualmente em linha”.

A novidade será apresentada em agosto, no tradicional concurso de elegância de Pebble Beach, na California (EUA), e não em um salão de automóveis, já que a Ferrari quer levar potenciais consumidores a conhecerem o carro dentro da própria fábrica. A atual GTB com teto rígido faz, segunda a marca, de 0 a 100 km/h em 3,7 segundos e atinge a velocidade máxima de 330 km/h.

Outra mudança significativa pode ser a adoção de motores V6, com o objetivo de reduzir o consumo e as emissões de poluentes. “Um motor menor que o V8? Por que não?”, questionou Montezemolo ao site inglês Autocar. No entanto, o executivo garantiu que o compromisso com o ambiente não afetará a esportividade dos carros da Ferrari: “nossos carros existem para divertir e nós vamos manter isso”. Montezemolo também afirmou que a fabricante trabalha num V12 híbrido, que estará pronto dentro de quatro anos.

Por fim, o presidente da Ferrari descartou a possibilidade, a curto prazo, de surgir uma versão Scuderia da 458 Italia, como sugerem algumas fotos vazadas na internet semanas atrás. “Nós não temos intenção de fazer uma 458 Scuderia ainda. Seria muito difícil fazer uma (458) ainda melhor”, resumiu Montezemolo.

Rodrigo Mora

|