Palco dos Jogos Olímpicos 2016, a Nissan escolheu o Museu do Amanhã, na cidade do Rio de Janeiro, para mostrar seus esforços em veículos com propulsão alternativa. O anúncio contou com a presença do CEO e presidente mundial da marca, o brasileiro Carlos Ghosn.

A primeira novidade é o conceito e-Bio, que utiliza uma célula de combustível que trabalha com etanol ou água misturada com etanol, como já havíamos antecipado aqui no AUTOO. O modelo é baseado no e-NV200 e a nova célula de combustível será testada no Brasil com a intenção de verificar a viabilidade comercial do e-Bio. A escolha é até natural uma vez que poucos países contam com o etanol como uma de suas matrizes energéticas mais desenvolvidas para o uso em automóveis.

A Célula de Combustível de Óxido Sólido, ou SOFC na sigla em inglês, efetua uma reação química na qual extrai eletricidade do etanol que pode ser abastecido no próprio tanque do carro e alimenta baterias instaladas no carro. Logo, ela combina o baixo custo operacional de um carro elétrico com a facilidade da infra-estrutura uma vez que os postos de combustível já estão prontos.

Segundo a Nissan, a célula de combustível baseada em etanol pode oferecer ao carro uma autonomia que gira em torno de 600 km, algo semelhante ao de um veículo convencional atualmente no mercado. “A Nissan está altamente comprometida com a região da América Latina e quer levar a indústria automotiva adiante”, declarou Carlos Ghosn.

 
 
Nissan BladeGlider
 
Nissan BladeGlider
Nissan BladeGlider
Nissan BladeGlider
 
Nissan BladeGlider
Nissan BladeGlider
Nissan BladeGlider
 
Nissan BladeGlider
Nissan BladeGlider
Nissan BladeGlider
 
Nissan BladeGlider
Nissan BladeGlider
Nissan BladeGlider
 
Nissan BladeGlider
Nissan BladeGlider
Nissan BladeGlider
 
Nissan BladeGlider
Nissan BladeGlider
Nissan BladeGlider
 
Nissan BladeGlider
Nissan BladeGlider
Nissan BladeGlider
 
Nissan BladeGlider
Nissan BladeGlider
Nissan BladeGlider
 
Nissan BladeGlider
Nissan BladeGlider
Nissan e-Bio Fuel-Cell
 
Nissan e-Bio Fuel-Cell
Nissan e-Bio Fuel-Cell
Nissan e-Bio Fuel-Cell
 
Nissan e-Bio Fuel-Cell
Nissan e-Bio Fuel-Cell
Nissan e-Bio Fuel-Cell
 
Nissan e-Bio Fuel-Cell
Nissan e-Bio Fuel-Cell
 
 

Esportivo elétrico

Outro conceito da Nissan que foi apresentado no Rio de Janeiro é o BladeGlider, que antecipa uma visão dos futuros esportivos da marca.

Com aerodinâmica em forma de flecha, com a traseira mais larga do que a parte dianteira do carro, o BladeGlider tem propulsão somente elétrica.

Na parte interna, destaque para a disposição dos passageiros que lembra o clássico McLaren F1, com o motorista na posição central e espaço para mais dos passageiros logo atrás formando um triângulo. Com visual bem exótico, a Nissan destaca como diferenciais do BladeGlider a linha de cintura alta, o teto aberto reforçado por uma estrutura de proteção anticapotagem e as portas com abertura invertida ou diédrica.

Com tração traseira e dois motores elétricos diretamente nas rodas, o Nissan BladeGlider conta com o equivalente a 268 cv de potência combinada e acelera de 0 a 100 km/h em menos de 5 segundos. A velocidade máxima gira em torno de 190 km/h. Uma caracterísitica interessante diz respeito ao controle de vetorização de torque, que conta com três modos de condução: desligado (off), ágil (agile) e um que permite executar uma derrapagem controlada ou drift.

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |