O Elantra se encaixa no tipo de automóvel que, mesmo com o passar dos anos, consegue se manter atualizado no mercado pelo aspecto visual. A geração atual do sedã já soma mais de cinco anos de mercado e ainda consegue se impôr em relação aos modelos mais recentes. Tanto é que a nova geração do automóvel, apresentada pela Hyundai na última quarta-feira, 9, aparenta ser apenas uma evolução e não uma revolução.

A exemplo dos últimos lançamentos da fabricante, o Hyundai Elantra 2017 se destaca pelas linhas mais conservadoras, sem a enorme profusão de vincos do modelo anterior. O modelo é marcado pela enorme grade hexagonal na dianteira, ladeada por faróis espichados e para-choque com formato agressivo, além dos LEDs diurnos. Nas laterais, o sedã segue com o teto um pouco inclinado, enquanto na traseira as lanternas lembram a geração anterior.

Além disso, o Hyundai está maior. São 20 milímetros a mais no comprimento, chegando a 4,57 m, 25 mm na largura, totalizando 1,8 m, e 5 mm na altura, com 1,44 m. A distância entre-eixos, por outro lado, permaneceu a mesma de 2,7 m. De acordo com o divulgado da empresa, o espaço para os passageiros é equivalente ao encontrado em modelos de segmento superior.

 
 
Hyundai Elantra 2017 Hyundai Elantra 2017
Hyundai Elantra 2017 Hyundai Elantra 2017
Hyundai Elantra 2017 Hyundai Elantra 2017
Hyundai Elantra 2017 Hyundai Elantra 2017
Hyundai Elantra 2017 Hyundai Elantra 2017
Hyundai Elantra 2017 Hyundai Elantra 2017
Hyundai Elantra 2017 Hyundai Elantra 2017
Hyundai Elantra 2017 Hyundai Elantra 2017
Hyundai Elantra 2017 Hyundai Elantra 2017
Hyundai Elantra 2017 Hyundai Elantra 2017
 
 

Por dentro, o Elantra também não surpreende e faz o inverso do que se esperava, já que o desenho do painel é bem mais conservador que do modelo antigo, mas com uma melhor ergonomia e materiais de melhor qualidade. Entre os equipamentos, há sistema de entretenimento com tela de 8 polegadas e sistema de som JBL com 8 alto-falantes, além de sete airbags, alerta de saída de faixa, controle de cruzeiro inteligente, entre outros.

Quanto aos motores, pelo menos na Coréia do Sul, o novo Elantra será oferecido com um 1.6 litro aspirado de 132 cv e 16,4 kgfm, 2.0 litros de 149 cv e 18,3 kgfm e 1.6 litro turbodiesel de 136 cv e 30,6 kgfm, com câmbio manual de seis velocidades, automático de seis relações ou automatizado de sete marchas e dupla embreagem.

A Hyundai deve apresentar o Elantra para o mercado europeu durante o Salão de Frankfurt, na próxima semana, e para os norte-americanos no Salão de Los Angeles, em novembro. Como é importado da Coreia, sua chegada ao Brasil deve ocorrer no final do ano que vem.

Redação

Redação |