O sucesso dos SUVs é um fenômeno global. Responsáveis pela quase extinção de categorias como a das minivans e station wagons, as vendas do segmento só na Europa quadruplicaram desde 2005 segundo dados da Ford. Uma recente pesquisa da montadora realizada por lá nos mostra qual é o perfil desse público consumidor, representado em grande parte pelas mães com filhos pequenos, os jovens de 17 a 34 anos e os “quintastics”. Confira abaixo as conclusões no comunicado oficial da marca:

A Ford promoveu uma pesquisa para entender as razões da quadruplicação das vendas de utilitários esportivos na Europa desde 2005. O levantamento apontou três grupos responsáveis por esse crescimento significativo: as mães com filhos pequenos, os jovens de 17 a 34 anos da chamada geração do milênio e os "Quintastics", novo termo da moda para definir pessoas dinâmicas acima dos 50 anos.

Os utilitários devem chegar a 27% do mercado total de veículos na Europa até 2020. A pesquisa foi feita na França, Alemanha, Itália, Espanha e Reino Unido com 5.000 pessoas que têm ou pretendem comprar um veículo nos próximos 12 meses. Quase um terço das jovens mães, um quarto dos jovens e um quinto dos cinquentões consideram um SUV como seu próximo carro.

A pesquisa também mostrou que a percepção dos SUVs mudou radicalmente. Dos pesquisados, 82% dizem que eles não são mais apenas um veículo de luxo: tornaram-se mais eficientes e amigos do meio ambiente nos últimos anos.

"Os utilitários esportivos deixaram de ser um pequeno nicho na Europa para se tornar uma das tendências automotivas mais significativas da última década", diz Roelant de Waard, vice-presidente de Marketing, Vendas e Serviços da Ford Europa. "Todos que previram o esfriamento das vendas de SUVs erraram. Isto porque eles atraem igualmente homens e mulheres, jovens e pessoas com mais idade."

A linha Ford de SUVs na Europa é formada pelo EcoSport, Kuga e Edge. “Temos uma variedade de escolha para atender diferentes perfis de consumidores e esperamos vender 200.000 SUVs no continente este ano, 200% mais que em 2013," ressalta o executivo.

Gerações de consumidores

A pesquisa revelou que os pontos fortes dos SUVs estão se tornando cada vez mais importantes para os compradores de automóveis. Para as jovens mães, por exemplo, questões de ordem prática como a segurança da família, o desempenho em mau tempo, o visual e o estilo são uma prioridade. Para os jovens da geração do milênio, os SUVs são um símbolo de sucesso, um carro atraente no qual querem ser vistos e os fazem se sentir poderosos. Já os "Quintastics" valorizam a posição de dirigir elevada, a capacidade de chegar aonde querem, na cidade ou no campo, e a manutenção de um estilo de vida ativo.

“Os SUVs funcionam para todos os tipos de pessoas porque oferecem uma solução versátil, como um smartphone, que pode ser também uma câmera, tocador de música ou lanterna. Eles servem tanto para aventuras de fim de semana como são uma opção prática e elegante para ir à escola, com excelente visibilidade", afirma Roelant de Waard. 

Redação

Redação |