O Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) opera a partir de hoje um sistema que informa através do Renavam se determinado veículo obedeceu ou não um eventual recall realizado pelo fabricante – em caso negativo, a informação vai para o Sistema de Registro de Avisos de Risco de Veículos. O serviço foi criado pelos ministérios das Cidades e da Justiça.

O órgão receberá do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) informações sobre os recalls, podendo ser informado também diretamente pelas montadoras. Assim, o atual – ou futuro proprietário, no caso da compra de usados – saberá se há algum chamado pendente para seu veículo. A medida vale para carros, motos e caminhões. Caberá ao Denatran monitorar as informações.

Rodrigo Mora

|