A Audi apresentou esta semana o novo A5 Sportback, uma versão bastante diferente do A5 Coupé, como mostraremos na avaliação que fizemos nesta sexta-feira.A marca alemã, no entanto, optou por vender no Brasil o A5 com motor 2.0 TFSi de 211 cv ao contrário do seu irmão cupê, oferecido com o 3.2 V6 FSi.

Perguntamos ao presidente da Audi, Paulo Kakinoff, qual a razão da escolha do motor menor. Segundo ele, o A5 Sportback é voltado para um cliente mais velho e que possui família, mas que não abre mão da esportividade. “Para o cliente jovem e preocupado com desempenho, o A5 Coupé continua a ser a referência”, disse Kakinoff.

Mas em breve a versão 2.0 conviverá com um verdadeiro foguete. O executivo nos confidenciou que o próximo membro da família será o RS5, a versão mais forte do modelo, prevista para ser lançada ainda em 2010.

Aspirado, o motor do RS5 é um 4.2 litros com 450 cv e 43 kgfm de torque. O câmbio é o consagrado S tronic, de dupla embreagem, que foi aperfeiçoado para suportar um torque maior sem perder a velocidade. Com isso, o modelo mesmo mais pesado, é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos, mesma marca do R8 com motor V8 e câmbio R tronic, automatizado de embreagem simples. Apenas a velocidade máxima continua a ser limitada em 250 km/h.

A Audi tem planos de ampliar suas vendas em 34% este ano e para isso ampliou o número de modelos à venda de 15 para 26 sem contar o novo A5 Sportback.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/