Enquanto VW, GM e Ford não economizaram nas novidades, a Toyota foi econômica nos seus lançamentos. Shozo Hasebe,presidente da montadora para o Mercosul, confirmou o que já havia sido anunciado: a nova fábrica começa a operar a partir do 2° semestre de 2012, produzindo uma nova família de compactos – conhecida, até aqui, de Etios, que chegou a ser cotado para estar no salão como conceito. Na primeira fase, serão 70.000 unidades por ano.

O principal lançamento da marca japonesa é o RAV 4 com tração 4x2, que perdeu a tração integral e o teto solar. Seu preço, no entanto, não foi revelado – estimamos algo na casa de R$ 90.000. Sua chegada às lojas ocorre ainda este ano. O RAV 4 4x4, no entanto, ganhou mais itens, como revestimento em couro, ajuste elétrico do banco do motorista, bancos dianteiros com aquecimento e airbag de cortina.
 
Para a picape Hilux, a Toyota avisa que o modelo a gasolina teve suas vendas temporariamente suspensas, mas retorna em 2011 (não se sabe exatamente quando) já com motorização bicombustível. Segundo Frank Gundlach, diretor de vendas, a SW4 pega carona no motor flex. Outro utilitário presente no estande da Toyota é o novo Prado, que a marca traz para o Salão, por enquanto, para “estudar” o mercado, ainda de acordo com Gundlach. Preço e data de lançamentos ainda não foram confirmados.

 

A montadora aproveitou para mostrar dois conceitos – FT-EV e o Fine-S - e o híbrido Prius plug-in, que pode ser reabastecido numa tomada comum.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/