O mês de março lavou a alma de muitas montadoras e do mercado em geral. Depois de 26 meses consecutivos de queda em relação ao mesmo mês do ano anterior, os emplacamentos de veículos leves no Brasil voltou a subir.

Em março, foram emplacadas 183,7 mil unidades, 6,1% a mais que no mesmo mês de 2016. A alta foi ainda mais significativa em relação a fevereiro, mês conhecido pelo baixo número de emplacamentos por conta dos poucos dias úteis – 39% de crescimento.

As vendas deste ano, no entanto, ainda seguem abaixo de 2016 no acumulado: 460 mil unidades contra 465 mil no ano passado, mas a tendência é que esse número seja superado, apesar do grande número de feriados em abril.

O volume de emplacamentos no Brasil segue bastante inferior ao de anos recentes. Em 2011, por exemplo, foram quase 290 mil veículos vendidos em março, 57% a mais do neste mesmo período de 2017.

Hyundai volta ao 4º lugar

Entre as marcas mais vendidas, a novidade é o retorno da Hyundai ao 4º lugar no ranking, desbancando novamente a Ford. Mas a diferença entre elas é de apenas 420 carros. A Toyota segue próxima, mas perdeu um pouco do fôlego de 2016, mesmo com a renovação do Corolla.

Disputas muito próximas também ocorrem entre Fiat e Volks, que voltou a vender quase tanto quanto a marca italiana. Renault e Honda, que cresceu com a chegada do WR-V, brigam pelo 7º posto enquanto Jeep e Nissan continuam brigando pela 9ª posição – com crescimento dos japoneses em março.

Já entre os veículos mais vendidos, o HB20 voltou a vender mais de 10 mil unidades em um mês, porém, o Onix beirou as 15 mil unidades e segue inabalado na liderança enquanto o Ka solidifica seu 3º lugar. Entre os 10 mais temos três veículos acima de R$ 80 mil: Corolla (7º), Toro (9º) e HR-V (10º).

Confira nossas páginas especiais com o ranking completo do mercado de automóveis.

Marcas mais vendidas em 2017
Veículos mais vendidos em 2017
Veículos mais vendidos nos últimos 10 anos

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/