“Nós vamos estabelecer um novo padrão na indústria”, avisa Stefan Jacoby, ex-Volkswagen e agora CEO da Volvo. Durante a apresentação da marca sueca no Salão de Paris, o executivo enfatizou a importância de criar modelos elétricos realmente viáveis. No estande da marca, fora apresentada ao público a nova perua V60 e a linha esportiva R-Design, disponível na própria station e também no sedã S60.

O representante do futuro elétrico da Volvo em Paris é o C30 DRIVe Eletric, que segundo a marca tem 150 km de autonomia com sua bateria de íon de lítio totalmente carregada. A montadora promete começar a produzi-lo no começo de 2011, chegando em seguida à China, EUA e Europa.

Outra atração foi a perua V60, que seguiu a renovação aplicada no sedã S60, que estreou durante o Salão de Genebra, em março. Tanto sedã quanto perua ganham a esportividade da linha R-Desing, que segundo a Volvo combina a dirigibilidade à aparência esportiva. A vestimenta está disponível em toda a linha, desde os modelos com motorização mais pacata (1.6 de 117 cv), até o topo de linha (3.0 de 308 cv).

Esternamente, os Volvo S60 e V60 R-Design se diferenciam pelas exclusivas rodas, novos para-choques frontal e traseiro e aerofólio. Internamente, destaque para os bancos da frente, que trazem um suporte lateral mais firme para o corpo.

Rodrigo Mora

|