Agora é oficial. Durante a apresentação de seu primeiro plano de negócios após a venda para francesa PSA, a Opel confirmou que chegará ao mercado brasileiro. A informação, como você pode conferir no vídeo, foi anunciada pelo próprio CEO da montadora, Michael Lohscheller, o qual também declara que a fabricante planeja operar em 20 novos mercados por volta de 2022, dentre eles o Brasil e a China.

A Opel, em conjunto com a Vauxhall, representava o braço europeu da GM e, aqui no Brasil, nos forneceu alguns modelos muito significativos como o Corsa, Astra, Zafira, dentre outros. Eles foram comercializados por aqui sob a marca Chevrolet, porém os projetos foram desenvolvidos sob a tutela da consagrada marca alemã.

Além da confirmação de sua entrada no mercado brasileiro, a Opel anunciou uma série de medidas relevantes para os próximos anos. A partir de 2024, por exemplo, todos os modelos da marca será eletrificados, ou seja, contarão com propulsão híbrida ou 100% elétrica. Por volta de 2020, o SUV médio-grande Grandland X terá uma versão híbrida, enquanto a nova geração do Corsa também contará com uma opção totalmente elétrica na gama.

 
 
Acima o Opel Grandland X, um dos modelos mais recentes da marca e que terá versão híbrida
 
Acima o Opel Grandland X, um dos modelos mais recentes da marca e que terá versão híbrida
Acima o Opel Grandland X, um dos modelos mais recentes da marca e que terá versão híbrida
Opel Insignia Grand Sport, o sucessor do Vectra na Europa
 
Opel Insignia Grand Sport, o sucessor do Vectra na Europa
Opel Insignia Grand Sport, o sucessor do Vectra na Europa
Opel Insignia Grand Sport
 
Opel Insignia Grand Sport
Opel Insignia Grand Sport
Acima a geração mais recente do Opel Zafira
 
Acima a geração mais recente do Opel Zafira
Acima a geração mais recente do Opel Zafira
 
 

Um passo importante dentro da estrutura da Opel é que a fabricante alemã passará a utilizar as plataformas modulares da Peugeot Citroën, reduzindo seu número atual de 9 arquiteturas para duas, no caso a CMP e a EMP2 projetadas pela PSA. A gama de motores, por sua vez, será “otimizada”, nas palavras da Opel, de suas atuais 10 famílias para 4 opções.

A partir de 2024, acrescenta a Opel, todos os modelos da alemã utilizarão plataformas da PSA, sendo que a nova geração da van Combo foi anunciada para 2018. A nova geração do Corsa, modelo que seguiu uma longa trajetória na Europa, será revelada em 2019. A Opel promete um “grande lançamento” por ano até a renovação completa da gama e, em paralelo, confirmou 9 modelos novos até 2020 e uma atuação nos principais segmentos de mercado. 

O AUTOO entrou em contato com Harald Hamprecht, diretor geral de produto e comunicação global da Opel, o qual nos informou que "a estrutura mais global da PSA já montada permitirá inaugurar as operações internacionais da Opel de uma maneira mais rápida". O executivo, contudo, acrescentou que só futuramente poderá acrescentar detalhes de como será a atuação da Opel no Brasil, se de maneira conjunta com alguma marca da PSA ou de forma autônoma.

Atualização (11/11 às 16h10): Procurada pelo AUTOO, a PSA brasileira se manifestou neste sábado e acrescentou "que Brasil e China são mercados que podem ser explorados pela Opel no médio prazo, desde que o seu plano de negócios seja rentável". 

 

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/