O sotaque dos executivos do Grupo Chrysler está cada vez mais puxado para o italiano. A Fiat anunciou nesta semana a aquisição de mais 16% das ações do conglomerado americano e agora 46% seu capital. A ação só foi possível mediante o pagamento da dívida de US$ 7,6 bilhões da marca com os governos dos Estados Unidos e do Canadá, que emprestaram o montante para a reestruturação da empresa, que entrou com pedido de concordata em 2008 no auge da crise econômica.

Em comunicado, a Fiat confirma que ainda planeja comprar mais ações da Chrysler até deter 51% da empresa. Para chegar a essa marca, o grupo italiano ainda tem de cumprir um último plano de metas de vendas, previsto para ocorrer ainda em 2011. A grupo norte-americano é composto pelas bandeiras Chrysler, Dodge e Jeep. Já os italianos são donos da Ferrari, Maserati, Alfa-Romeo, Lancia, Abarth, além da própria Fiat.

Thiago Vinholes

|