Faz tempo que a Firker Automotive anuncia o lançamento do Karma, um carro híbrido que une características de luxo e esportividade. A primeira versão do veículo foi apresentada no Salão de Detroit, nos Estados Unidos, em 2008 e sua produção era prometida já para o ano seguinte. Mas começou só agora. Segundo a agência Automotive Business, o modelo estreia no mercado dos EUA já no próximo mês por US$ 88.000 (cerca de R$ 147.000, sem taxas).

O modelo é feito na California e seu desenvolvimento consumiu mais de US$ 150 milhões. A tecnologia empregada do veículo mistura componentes norte-americanos com japoneses. O motor 2.0 turbo com injeção direta é um Ecotec da General Motors, enquanto as baterias de íon lítio são fornecidas pela Nissan. Já o desenho da carroceria, uma espécie de cupê quatro portas, é do estúdio italiano Pininfarina, que já projetou carros para marcas como Ferrari e Fiat.

A parte mecânica do modelo também sugere um alto desempenho. O bloco a gasolina gera 260 cv e o carro ainda conta com mais dois propulsores elétricos que geram mais 201 cv. Dados da Fisker apontam que o Karma vai do 0 aos 100 km/h em 5,2 segundos e sua velocidade máxima é limitada em 200 km/h. Por combinar a propulsão, o consumo médio de combustível do modelo híbrido é 28,6 km/l.

O Karma é ainda um híbrido do tipo plug-in, que pode ter suas baterias recarregadas na rede elétrica convencional. A reposição de energia também tem auxílio do sistema de freio regenerativo,que transforma energia cinética em eletricidade. Com carga total e ajuda do motor turbo, a marca garante que o carro pode percorrer até 480 km. Já usando somente a força das baterias para se mover, sua autonomia diminui para 80 km.

Thiago Vinholes

|