A estratégia tem funcionado com o Focus e agora a Ford experimentará o poder global da Ranger, lançada oficialmente no Salão de Bangcoc, na Tailândia. Isso porque a nova picape avança à próxima geração totalmente renovada e pronta para ser vendida em nada menos do que 180 países. No Brasil, o utilitário chega no ano que vem, provavelmente trazido da Argentina, embora um executivo da marca norte-americana tenha afirmado ao AUTOO que a empresa estuda uma planta em Curitiba (Paraná) para abrigar a nova Ranger.

Até aqui revelada apenas na configuração de cabine dupla, a nova Ranger estreia no salão tailandês também com cabines simples e estendida. Sob o capô, a picape terá duas opções a gasolina (2.5 de 166 cv e 3.2, de 200 cv) e um bloco 2.2 turbodiesel, de 150 cv. A transmissão pode ser manual ou automática (sempre com seis marchas), e a tração é 4x2 ou 4x4.
Há tempos sem mudar no Brasil, a última novidade apresentada na linha Ranger foi a versão Sport, com cabine simples.

Rodrigo Mora

|