Além da Duster Oroch, que vai se posicionar como uma picape “compacta-média” nos mercados da América Latina, a Renault prepara um modelo maior para o segmento. A fabricante francesa revelou nesta semana a Alaskan, que deve começar a ser produzida já no primeiro semestre de 2016 para brigar com modelos como Amarok, Hilux, Ranger e S10 no mercado mundial.

A nova Renault Alaskan Concept chama atenção logo de cara pelo visual moderno, que deve ser mantido no modelo de produção. A picape ostenta faróis espichados com tecnologia Full LED, que forma conjunto com a enorme grade com diversos elementos cromados, além de vincos marcantes nas laterais, rodas de 21 polegadas e lanternas verticais translucidas na traseira.

O conceito é equipado com um motor biturbo a diesel de quatro cilindros, o mesmo encontrado no Trafic e na van Master, que entrega 160 cavalos de potência e 38,7 kgfm na unidade 1.6 litro do primeiro modelo. De acordo com a marca, a Alaskan poderá ser usada como veículo de carga e lazer, com capacidade para levar cinco pessoas e até 1 tonelada de carga.

Produção na Argentina

A nova Renault Alaskan deverá ser fabricada na planta de Córdoba, na Argentina, juntamente com a nova geração da Nissan Frontier e a futura picape da Mercedes-Benz, fruto de uma parceria da aliança Renault-Nissan com a Daimler. A produção das três picapes deve ter início em 2017 com lançamento no Brasil no ano seguinte.

 
 
Renault Alaskan Concept Renault Alaskan Concept
Renault Alaskan Concept Renault Alaskan Concept
Renault Alaskan Concept Renault Alaskan Concept
Renault Alaskan Concept Renault Alaskan Concept
Renault Alaskan Concept Renault Alaskan Concept
Renault Alaskan Concept Renault Alaskan Concept
Renault Alaskan Concept Renault Alaskan Concept
Renault Alaskan Concept Renault Alaskan Concept
Renault Alaskan Concept Renault Alaskan Concept
Renault Alaskan Concept Renault Alaskan Concept
 
 
Redação

Redação |