Depois de uma longa gestação, a Renault mostrou nesta terça-feira o Wind, versão conversível do subcompacto Twingo. O modelo, um roadster, traz teto rígido retrátil com sistema basculante que se recolhe após girar 180º.

Com apenas dois lugares, o Wind é 23 cm mais longo que o Twingo hatch e leva 12 segundos para recolher a capota. A vantagem deste sistema, semelhante ao usado pela Ferrari 575M Superamerica, é conservar espaço no porta-malas, além de ser de concepção mais simples. O bagageiro do modelo acomoda até 270 litros, um bom valor para um conversível.

A Renault mostrará o Wind no Salão de Genebra, em março, mas não revelou quando lançará o carrinho no mercado europeu.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/