A Citroën pegou o elétrico Survolt e o entregou para a pintora francesa Françoise Nielly. O resultado foi um belo trabalho que está exposto na principal concessionária da marca, localizada na avenida parisiense Champs-Elysées.

Antes de seguir para a principal como principal obra de arte, o Survolt foi dar uma volta com Vanina Ickx, filha do piloto de F1 Jacky Ickx. A ideia é potencializar os toques femininos no automóvel. Compacto, 3,85 m de comprimento, o Citroën Survolt tem uma autonomia de 200 km.

No desempenho, o cupê elétrico se assemelha aos modelos já consagrados. Segundo a Citroën, o Survolt chega a 100 km/h em menos de cinco segundos. O segredo de tanta explosão está nos dois motores, que integrados oferecem uma potência de 300 cv.

Redação

|