Mais uma vez a Toyota voltou a convocar nos Estados Unidos um recall de grandes proporções por conta de problemas ligados ao pedal do acelerador. Segundo a montadora, a peça pode travar no fundo do assoalho causando aceleração involuntária e, por consequência, acidentes. A marca, contudo, afirma não ter registros de adversidades causadas pelo defeito. Por conta disso, o chamado, que desta vez envolve 2,7 milhões de carros, tem apenas caráter preventivo.

A montadora japonesa ainda afirma que mais da metade dos carros convocados são unidades que deveriam ter sido inspecionados no mega-recall emergencial de 2009, no qual mais de 14 milhões de veículos foram revisados no mundo inteiro, inclusive no Brasil.

De acordo com a divisão norte-americana da marca, o recall da vez contempla 761 mil unidades do RAV4 fabricados entre 2006 e 2010 e mais 603 mil 4Runner, feitos de 2004 a 2006. Também estão na convocação mais 17.000 exemplares do Lexus LX570. Apesar de ser oferecido no mercado brasileiro, a Toyota ainda não divulgou se o RAV4 também será incluído na revisão.

Thiago Vinholes

|