A picape Volkswagen Amarok, oferecida até então somente em opções mais requintadas, agora tem uma versão “pé de boi”. São dois modelos – Cabine Dupla Básica 4x2 e Cabine Dupla Básica 4x4 -, que se juntam às séries mais equipadas Trendline e Highline. A retirada de uma série de itens e modificações nos conjuntos mecânicos resultou em preços mais baixos: o modelo com tração traseira parte de R$ 88.990 e o 4x4 começa em R$ 92.990.

O visual da Amarok básica foi bastante simplificado. Foram-se detalhes como o santantônio na caçamba, os estribos laterais, a decoração cromada na grade frontal e as rodas aro 16” de liga leve mais arrojadas, que deram lugar ao conjunto de aço (sem calotas) do mesmo tamanho. As baixas mecânicas também são evidentes. O motor 2.0 16V diesel tem apenas um turbocompressor (as primeiras versões são biturbo) e gera 122 cv e 34,7 kgfm de torque, ante 163 cv e 40,8 kgfm dos modelos mais equipados. Já o câmbio é apenas manual de 6 marchas.

As duas novas versões da picape média da VW já vêm equipadas de fábrica com freios ABS para off-road, Bloqueio Eletrônico do Diferencial (EDL), Controle de Tração (TCS), entre outros sistemas de auxílio de frenagem. A lista ainda continua com ar-condicionado, direção hidráulica e rádio CD/ MP3 com porta USB, SD-Card e conexão Bluetooth para celular. Opcionalmente, as picapes ainda podem ser complementadas com airbags para motorista e passageiro, alarme, travamento manual do diferencial traseiro, vidros e travas elétricas e rodas de liga leve.

Família incompleta

Ainda falta no mercado brasileiro a versão Cabine Simples da Amarok. A Volkswagen já produz o modelo na Argentina, mas o oferece ainda em poucos mercados. A opção mais curta da picape da Volks tem as mesmas especificações mecânicas dos modelos Trendline e Highline. O modelo deve estrear no Brasil no segundo semestre deste ano.

Thiago Vinholes

|

Veja mais notícias da marca