Rebatizar carros tradicionais pode ser um tabu, mas numa era onde Porsche tem utilitário esportivo, Ferrari lança carro de quatro lugares e Nissan tem SUV conversível, tudo é possível. Primeiro foi a Jaguar, que cogita trocar a lendária sigla XJ por números para identificar seus modelos. Agora é a BMW que pensa em renomear as versões cupê e conversível da Série 1 e da Série 3 como Série 2 e Série 4, respectivamente.

Segundo a revista inglesa Car, as mudanças têm até data para acontecer: as configurações duas portas e cabriolet do novo Série 1 chegariam respectivamente em 2013 e 2014, batizadas de Série 2. As mesmas datas valem para as variantes cupê e cabriolet do Série 3, que chegariam atendendo por Série 4. Ainda de acordo com a publicação, Série 4 também seria o nome de um novo cupê de quatro portas baseado no Série 3, que seria apresentado em 2015.

Pode soar estranho, mas o mesmo fez a Audi: a montadora de Ingolstadt aposentou o A4 cabriolet na atual geração e no seu lugar colocou o A5, que na verdade faz o papel de A4 conversível e cupê.

Rodrigo Mora

|