A Honda acusou o golpe. A chegada do New Fiesta ao mercado fez a marca japonesa criar uma versão um pouco mais barata do City, seu sedã compacto com preço de médio.

Mas quem esperava por descontos reais na linha se decepcionará. A montadora japonesa apenas retirou alguns itens da versão LX para criar a DX, que custa R$ 55.420 com câmbio manual e R$ 59.300 com transmissão automática. Na prática, o cliente que levar o City DX não terá o sistema de som e uma bandeja sob o assento traseiro com função porta-trecos e economizará R$ 2.000 com isso.

Certamente não será suficiente para tornar o sedã tão atraente quanto seu rival da Ford que possui mais equipamentos (incluindo sete airbags), design inovador e, principalmente, preço bem mais em conta – R$ 49.000.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/