O Grupo Fiat confirmou nesta segunda-feira (10) a aquisição de mais 5% das ações do Grupo Chrysler, totalizando 25%. A compra de mais papeis, que já era prevista pelo italianos, é um indicativo de que a marca norte-americana atingiu parte de suas metas de recuperação após a turbulência que a levou ao pedido de concordata em 2009.

O próximo passo da Fiat pode ser a compra de mais 10% do Chrysler Group, atingindo o limite estipulado pelo governo dos Estados Unidos no momento da aquisição dos 20% iniciais, em junho de 2009. Porém, nenhuma das partes ainda se manifestou sobre o assunto, que depende ainda de mais uma série de resultados de mercado.

Quem pode dar essa ajuda é o compacto Cinquecento, que já teve sua produção no México iniciado para atender o mercado dos EUA e demais países nas Américas. O novo 500 é produzido na fábrica da Chrysler em Toluca, que trocou a linha de montagem do PT Cruiser pela do compacto italiano, antes feito apenas na Polônia.

Thiago Vinholes

|