Quem se lembra do Classe A tem na cabeça a imagem de um veículo monovolume, como é um Honda Fit ou o Chevrolet Meriva, dando exemplos mais modestos. Pois bem, o compacto da Mercedes-Benz passou por uma metamorfose e na próxima geração será um hatchback compacto, como é um Volkswagen Polo ou Fiat Palio. Uma prévia do veículo será apresentada no Salão de Xangai, na China, no final deste mês, em formato conceitual.

Além do formato inovador, cujo design já tem a nova assinatura estética da marca, o veículo emprega uma série de itens tecnológicos de última geração. O conceito do novo Classe A tem motor com turbocompressor e sistema de injeção direta de gasolina, equipamentos que contribuem para gerar mais potência com maior eficiência em consumo. Segundo a marca, o bloco quatro cilindros gera 210 cv. O câmbio, por sua vez, possui dupla embreagem, equipamento que proporciona trocas de marcha mais rápidas com perda ínfima de potência, característica que melhora o desempenho do veículo assim como o gasto com combustível.

O Classe A Concept ainda conta com sistema Brake Assist, que monitora as condições do trânsito à frente do veículo por meio de ondas de radar. No caso de alguma adversidade, o freio pode ser acionado automaticamente, livrando o veículo de uma colisão. Outro aspecto interessante do protótipo é conjunto óptico composto inteiramente por luzes de led, que consomem menos energia e tem vida superior em relação a lâmpadas convencionais.

O interior do conceito, no entanto, abuso do futurismo e pouco deve influenciar na versão final do carro, esperado para meados de 2012. São quatro bancos concha individuais e o acabamento do painel, como a própria Mercedes assume, é inspirado no cockpit de aviões. Além de ocupar a lacuna deixada pelo Classe A descontinuado em 2009, a próxima geração do compacto também servirá de substituto ao CLC, que saiu de linha no ano passado em Juiz de Fora (MG).

Thiago Vinholes

|