Hyundai lança ix35 oficialmente no Brasil

Quem visitou o estande da Hyundai no Salão do Automóvel em outubro teve uma amostra de como é um showroom da marca sul-coreana. As atenções se concentravam no ix35, que em mercados internacionais substitui o Tucson, enquanto este, outrora queridinho dos fãs de SUVs, atravessou o evento totalmente abandonado. As vendas, inclusive, refletem exatamente isso: depois da chegada do ix35,o Tucson passou a vender cada vez menos, enquanto o irmão maior só sobe. A vida dele, no entanto, não será fácil com a chegada do novo Kia Sportage.

Aston Martin chega oficialmente ao Brasil

O mercado nacional não foi invadido em 2010 só por carros chineses. Na outra ponta, o símbolo da aristocracia inglesa: a Aston Martin desembarca no Brasil vendendo carros cujos preços partem de R$ 600.000, caso do V8 Vantage, chegando a exorbitantes R$ 1.250.000, valor que brilha na etiqueta do DBS. Caros? Pode ser, mas a Aston Martin elevou sua expectativa de vendas de 40 para 60 unidades/ano. Curiosamente, a Aston Martin chega aqui pelas mãos do empresário Sérgio Habib, que este ano abrirá 47 concessionárias da JAC, uma marca chinesa.

New Fiesta é lançado mirando donos de City e Cerato

Se a briga de sedãs médios promete com a chegada da nona geração do Honda Civic, do Peugeot 408 e do Renault Fluence, a disputa entre os sedãs compactos premium não será menos interessante. Antes mesmo de chegar, o Ford New Fiesta já era considerado uma referência no segmento, principalmente pelo fato de o mesmo modelo que roda aqui ser vendido nos EUA – estratégia que se tornará cada vez mais comum dentro da Ford. Destaque para o motor Sigma 1.6 e a completa lista de equipamentos, associada a preços convidativos (e bem menores que os do rival Honda City). 

Thiago Vinholes

|