Amarok e Jetta ficam mais potentes

VW passa a oferecer versão de entrada da picape com 140 cv e sedã vai a 211 cv na TSI

Volkswagen Amarok | Imagem: VW

As novas linhas dos modelos Volkswagen Amarok e Jetta têm como principais atrativos mais potência. A picape na versão de entrada 2.0 TDI ganhou mais 18 cv e agora entrega 140 cv. Já o sedã médio, que vem importado do México, o aumento da cavalaria aconteceu na versão top de linha, a 2.0 TSI (motor turbo com injeção direta de gasolina). Nesse carro o acréscimo foi de 11 cv, totalizando 211 cv, conforme aponta o site da marca no Brasil.

A Amarok com o motor de 140 cv é a versão S, oferecida com cabine simples (tração 4x2 ou 4x4) ou dupla (4x4). Já o câmbio nesse modelo é sempre manual de 5 marchas.

Segundo a VW, o incremento na potência foi obtido com uma nova calibração na central de gerenciamento eletrônico do motor, a ECU. A reprogramação também alterou as faixas de rotação em que são alcançadas a potência e o torque máximos gerados pelo motor. Os 140 cv aparecem em 3.500 rpm, regime 500 rpm mais baixo que o regime anterior, e o torque de 34,7 kgfm surge em 1.600 rpm.

Com 140 cv a Amarok também ficou mais rápida. De acordo com a marca, o modelo agora acelera de 0 a 100 km/h em 12,6 segundos, ante os 13,2 s na versão passada com 122 cv.  A velocidade máxima passou de 162 km/h para 168 km/h. No modelo com cabine dupla e tração 4x4, o tempo no 0 a 100 km/h baixou de 13,7 s para 13,1 s e a velocidade máxima subiu de 161 km/h para 167 km/h.

A alteração na potência do Jetta ainda não é divulgada pela VW. No site nacional, a ficha técnica divulgada não explica como ocorreu o aumento e o desempenho do carro segue inalterado. Segundo a marca, o sedã acelera do 0 aos 100 km/h em 7,3 s e pode atingir 238 km/h. Nesse modelo o câmbio é DSG semi-automático de 6 marchas e dupla embreagem.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!