Após quase 10 anos, Mitsubishi renova picape L200 Triton

Modelo reformulado na Ásia tem novo visual e opção do inédito motor 2.4 turbodiesel

Mitsubishi L200 Triton 2015 | Imagem: mitsubishi

 As picapes médias vendidas atualmente no Brasil só alcançaram tal ponto de qualidade e refinamento após o surgimento da Mitsubishi L200 Triton, que trouxe para o País um novo padrão de camionetes, com maior capacidade e sobretudo conforto. Isso aconteceu há quase 10 anos.

Com o tempo passando e o modelo ficando cada vez mais defasado em relação a concorrência, a Mitsubishi voltou às pranchetas e atualizou a picape, que é um de seus principais produtos globais. O primeiro mercado do nova Triton será a Tailândia, onde começa a ser vendida neste mês. Não se trata, porém, de uma nova geração, mas sim uma forte renovação no produto.

O visual da noca picape é inspirado no conceito híbrido GR-HEV, que inclusive foi apresentado do Salão de São Paulo. A grade frontal aumentou significativamente e ainda recebeu largas fendas para entrada de ar e os faróis aderiram a moda do LED e receberam filetes com os diodos, criando uma “assinatura” luminosa. Já a traseira tem novas lanternas, que se prolongam pelas laterais da caçamba.

Outra novidade e que para alguns pode ser a parte mais interessante da L200 Triton renovada (no exterior o modelo é chamado apenas de “Triton”) é a nova opção de motor 2.4 turbodiesel, de 182 cv e 43,8 kgfm de torque. Já o câmbio pode ser manual de 5 ou 6 marchas ou automático sequencial de 5 velociades. A versão asiática da picape ainda vem equipada com controles eletrônicos de tração, estabilidade e reboque.

Segundo comunicado da Mitsubishi na Ásia, a nova Triton será vendida em 150 países e o Brasil certamente deve estar incluído, apesar da divisão nacional da marca ainda não confirmar seu lançamento no mercado nacional – a L200 Triton vendida no Brasil é fabricada em Catalão (GO).

Assine a newsletter semanal do AUTOO!