Audi R18 e-tron quattro é primeiro híbrido a competir em Interlagos

Modelo participará das 6 Horas de São Paulo nos dias 14 e 15 de setembro; brasileiro Lucas di Grassi pilotará R18 ultra

Audi R18 e-tron quattro | Imagem: Divulgação

O automobilismo de competição é constantemente usado pelas montadoras para desenvolver novas tecnologias. No caso da Audi, o R-18 e-tron, que correrá nos próximos dias 14 e 15 de setembro nas 6 Horas de São Paulo, é o primeiro LMP1 a combinar um motor a diesel TDI altamente eficiente com um sistema híbrido. O motor a combustão do carro é um V6 TDI de 501 cv, que, segundo a montadora, é a mais eficiente propulsão do mundo. A tração quattro também retorna às pistas de corrida com o protótipo, de forma diferente.
 
Por trás dessa nova tecnologia está a próxima geração de tração nas quatro rodas, com a qual a Audi combina as vantagens do sistema quattro, com o potencial da eletromobilidade. Para que isso ocorra, um eixo do veículo é alimentado convencionalmente e, o segundo, por motores elétricos.
 

"A Audi sempre escolhe campeonatos e categorias em corridas que tenham uma estreita relação com o produto e, portanto, tenham relevância técnica para seus clientes", explica o chefe da Audi Motorsport,  Wolfgang Ullrich. "Quattro, TFSI e TDI são três excelentes exemplos de como o automobilismo estimulou o desenvolvimento da produção. Uma tendência semelhante aparece com o e-tron quattro. Testamos uma tecnologia completamente nova na pista antes de a introduzirmos na linha de produção da Audi", completa.
 
No Audi R18 e-tron quattro, a energia cinética é recuperada do eixo dianteiro durante a fase de frenagem. Ela é enviada como corrente elétrica a um volante acumulador antes de ser recuperada novamente em velocidade acima de 120 km/h. Durante esse procedimento, apenas o eixo dianteiro está integrado ao motor elétrico. O motor V6 TDI de 510 cv continua a transmitir sua força para as rodas traseiras. Ambos os sistemas se complementam para criar o novo princípio de propulsão e-tron quattro.
 
Projeto
 
O projeto e-tron quattro para o automobilismo teve início em fevereiro de 2010 e, em apenas 18 meses, partiu das ideias conceituais para o primeiro teste. "Este é um ciclo relativamente curto para uma tecnologia que nunca foi testada em competição e que ainda nem existe em produção", salienta  Martin Mühlmeier, diretor de tecnologia da Audi Sport.

6 Horas de São Paulo

A Equipe Joest Audi Sport participará das 6 Horas de São Paulo com um R18 e-tron quattro (híbrido) e um R18 ultra - que conta com o mesmo motor V6 TDI de 510 cv e carroceria ultraleve. Segundo a Audi, o R18 ultra é o protótipo Le Mans mais leve já criado pela marca. O peso de lastro, que pode ser acomodado como for necessário, reduz o carro a 900 kg, peso mínimo estipulado pelas regras.

O carro híbrido será dirigido pelo trio vencedor das 24 Horas de Le Mans, Marcel Fässler (Suíça), André Lotterer (Alemanha) e Benoît Tréluyer (França). O novo contratado, o piloto brasileiro Lucas di Grassi, competirá no R18 ultra juntamente com Tom Kristensen (Dinamarca) e Allan McNish (Grã-Bretanha).
 
A corrida será transmitida ao vivo pelo site www.audi.com.br.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!