Avaliação: a estratégia do Partner Rapid para ir além de uma cópia do Fiorino

Entenda qual é a lógica da Peugeot para comercializar o gêmeo do Fiat em suas lojas
Peugeot Partner Rapid 2023

Peugeot Partner Rapid 2023 | Imagem: Divulgação

Um dos assuntos que movimentaram a semana certamente foi o lançamento do Peugeot Partner Rapid no mercado brasileiro. Como as fotos deixam claro, a “novidade” nada mais é do que uma adaptação do Fiat Fiorino para a marca francesa, apenas trocando o logotipo das duas fabricantes que hoje integram a Stellantis. 

Também produzido em Betim (MG), o Partner Rapid diferencia-se do irmão italiano apenas pela grade frontal exclusiva e melhorias pontuais, como a inclusão dos repetidores das luzes de direção nos retrovisores externos. 

Fora isso, Partner Rapid e Fiorino compartilham o mesmo motor 1.4 Fire Evo, o câmbio manual 5 marchas e a capacidade de transportar 650 kg ou 3,3 metros cúbicos (3.345 litros) no compartimento de cargas. 

Mas, então, o que justifica o fato da Peugeot ter pedido emprestado o modelo da Fiat para colocá-lo em seu portfólio? 

Basicamente, segundo apuramos com a Peugeot, dois pontos ancoram a decisão. 

Em primeiro lugar, a marca francesa quer pegar carona no movimento crescente de movimentação de pequenas cargas nos centros urbanos, forte tendência para os próximos anos por conta da relevância cada vez maior do e-commerce

Como consequência, trabalhadores autônomos e empresas que atendem essa logística last mile precisam de um veículo comercial compacto e orientado ao uso urbano, como é o caso do Partner Rapid. 

Peugeot Partner Rapid 2023
Boa capacidade de carga e tamanho adequado aos grandes centros
Imagem: Divulgação

Dessa forma, a Peugeot passa a oferecer ao cliente que entra em uma de suas concessionárias um portfólio robusto de veículos comerciais, começando, portanto, do Partner Rapid e chegando até o Boxer, sem falar da gama Expert em seus catálogos diesel e 100% elétrico, figurando como a opção intermediária em termos de aplicação. 

O segundo ponto que a Peugeot vai utilizar para diferenciar o Partner Rapid do Fiat Fiorino fica para o seu atendimento diferenciado aos clientes empresariais.

Para isso, a marca conta com uma rede, atualmente com 24 pontos de venda, chamada Peugeot Pro. Ela conta com equipes exclusivas de vendas e pós-vendas, inclusive, com os modelos para comercialização à pronta entrega. A expectativa é que esses pontos de venda dedicados também cheguem a mais regiões do país. 

Esse cuidado e foco da marca com os clientes corporativos também é visto em iniciativas como o programa Peugeot Total Care, que estabelece, entre outros compromissos, a entrega do veículo no mesmo dia no caso de revisões agendadas (se o concessionário não cumprir a diretriz o cliente não paga pelo serviço); reboque gratuito 24h por dia durante 8 anos em casos de pane ou colisão, entre outros. 

Talvez para ajudar na estreia do Partner Rapid, a Stellantis optou por lançar o Peugeot com uma versão de entrada mais acessível em relação ao Fiat Fiorino

Tabelado em R$ 101.390, o Partner Rapid Business é o autêntico veículo “raiz”, saindo de fábrica apenas com o essencial. O destaque positivo fica por conta da presença dos importantes controles de tração e estabilidade, além de 4 ganchos para fixação de cargas, computador de bordo, pré-disposição para rádio, entre outros. 

Já a opção mais equipada do Partner Rapid, chamada Business Pack, terá preço sugerido de R$ 106.090 na maior parte do território nacional e acrescenta itens de conforto como ar-condicionado, direção hidráulica, travas e vidros elétricos, entre outros. O valor em questão e a lista de equipamentos são os mesmos encontrados no Fiorino Endurance, única versão do Fiat atualmente comercializada. 

Peugeot Partner Rapid 2023
Partner Rapid será oferecido em duas versões
Imagem: Divulgação

Sem quaisquer alterações técnicas em relação ao irmão gêmeo, estar ao volante do Partner Rapid emula todas as respostas do Fiorino. 

A suspensão traseira do tipo eixo rígido com feixe de molas garante a robustez para o trabalho pesado que os profissionais exigem. 

Sem surpreender no desempenho, o 1.4 Fire Evo garante ao Partner Rapid um 0 a 100 km/h em aceitáveis, considerando a proposta do veículo, 13,7 segundos quando abastecido com etanol.

As médias de consumo que podem chegar a 11,7 km/l na cidade e 12,4 km/l na estrada com gasolina ou 8,1 e 8,3 km/l, respectivamente, quando abastecido com o combustível de origem vegetal.  

Como a diferença de preço entre as versões não é tão significativa, vale a pena optar pelo Partner Rapid Business Pack em especial pela direção assistida, o que facilita muito as manobras e a condução do veículo de forma geral. 

Peugeot Partner Rapid 2023
Motor 1.4 flex confere desempenho e consumo aceitáveis, conciliando robustez e baixo custo de manutenção
Imagem: Divulgação

Com 1 ano de garantia sem limite de quilometragem, a Peugeot também cuidou para que os custos de manutenção ficassem em patamares competitivos para o Partner Rapid, algo fundamental em um veículo comercial. As três primeiras revisões, por exemplo, terão custo total de R$ 1.642 sendo realizadas a cada ano ou intervalos de 10.000 km. 

Em resumo, ao analisarmos a estratégia da Stellantis como um todo para suas marcas Fiat e Peugeot, faz sentido a aposta na inclusão de um furgão compacto para a marca francesa, ainda mais tendo um produto já pronto e com as credenciais do Fiorino dentro do grupo. 

O enfoque da Peugeot no segmento de comerciais leves certamente ganhará muito mais apelo com a chegada do Partner Rapid, cabendo ao consumidor decidir entre o cuidado da marca francesa para com este nicho de mercado ou a capilaridade superior da Fiat no território nacional.

Peugeot Partner Rapid 2023
Peugeot Partner Rapid 2023
Imagem: Divulgação