Apresentado no Salão de São Paulo 2018, o Suzuki Jimny Sierra finalmente chegará ao nosso mercado a partir de novembro. Para os amantes de off-road ou quem precisa de um carro verdadeiramente robusto sem ter necessidade de amplo espaço interno, talvez existam poucos carros hoje no mercado tão interessantes quanto a novidade da marca japonesa.

Pode não parecer para nós aqui no Brasil, mas o Suzuki Jimny é um modelo com 50 anos de história, alcançando agora sua quarta geração. A longevidade comercial do Jimny é um bom sinal de que sua proposta atende os desejos de muita gente.

O Jimny Sierra segue a receita que consagrou o modelo da Suzuki e que todos esperam encontrar no jipe: carroceria compacta em conjunto com uma estrutura robusta e confiável para o off-road, sempre equipado com tração 4x4 e reduzida.

A grande sacada da Suzuki para a nova geração foi ampliar os horizontes do Jimny em relação a todos os antecessores. Esqueça aquele jipinho simpático, extremamente valente nas trilhas, mas com respostas não muito agráveis na estrada e no uso cotidiano. A partir da quarta geração, o Jimny entrega um pacote muito mais completo como você verá a seguir.

A primeira grande mudança está na base do Jimny Sierra. O modelo preservou uma boa parte do chassi da terceira geração, porém recebeu aprimoramentos estruturais relevantes. Ele está 50% mais rígido e agora conta com três novas travessas, posicionadas na dianteira, traseira e na parte central do modelo, a qual também ajuda a proteger a caixa de transferência. Além disso, foram aplicados novos coxins de dupla densidade e a barra estabilizadora da suspensão dianteira tem diâmetro maior.

 

Ao volante, encontramos no Jimny Sierra um modelo que em nada lembra seu antecessor. Ele agora torna-se um modelo não só capaz de filtrar irregularidades do piso com muito mais eficiência, como mostra-se mais equilibrado e estável na estrada, sobretudo em velocidades elevadas. A direção com assistência elétrica tem o “peso” na medida certa para tornar a condução mais relaxada. As respostas são um pouco mais lentas do que o desejável, algo compreensível dada a proposta off-road do Jimny Sierra, longe de qualquer pretensão esportiva.

Em resumo, agora você pode encarar estradas e se deslocar pela cidade com muito mais conforto e precisão dinâmica a bordo do Suzuki. Com todo esse pacote de melhorias, o Jimny Sierra pode até ser considerado como uma excelente alternativa a muitos SUVs compactos. Importante mencionar que todas as versões do Jimny Sierra contam com os controles de tração e estabilidade, dupla importantíssima do ponto de vista da segurança ativa.

Entre outras melhorias realizadas no projeto do Jimny Sierra está a inclusão de uma camada de zinco em toda sua carroceria para ajudar a evitar a ferrugem que pode ser causada por areia ou a travessia de riachos. O tanque de combustível agora é de plástico (polímero de alta densidade) e a carcaça dos eixos passa a ser fabricada em aço de ultra resistência, tornando essas peças 30% mais resistentes a flexões em relação ao Jimny anterior. Tudo isso foi necessário para que o Jimny Sierra mantivesse um baixo peso em ordem de marcha mesmo com todo o pacote de evoluções.

Para coroar tudo isso – e trazer um grande apelo de venda ao Jimny Sierra – a Suzuki foi muito feliz em oferecer para o modelo a opção do câmbio automático. Ele pode ser encontrado a partir da versão 4You, tabelada em R$ 111.990 com a transmissão, bem como no Jimny Sierra 4Style, que tem valor sugerido de R$ 122.990 e é a versão topo de linha do modelo.

Fornecido pela japonesa Aisin, a caixa automática de 4 marchas trabalha muito bem com o motor 1.5 16V de 108 cv e 14,1 kgfm de torque, que só aceita gasolina. O desempenho do Jimny Sierra automático é bastante aceitável. Ao contrário do antecessor, ele é capaz de sustentar velocidades de cruzeiro na faixa de 100 a 120 km/h com desenvoltura.

O consumo oficial do Jimny Sierra automático fica em 10,3 km/l na cidade e 10,2 km/l na estrada. Os números poderiam ser melhores caso a Suzuki buscasse apenas a maior eficiência possível, mas é nítido como a caixa automática calibrada para o Jimny Sierra conta com relações de marchas bem mais curtas do que encontraríamos em um carro de passeio convencional. De acordo com a Suzuki, isso foi necessário para favorecer as respostas do Jimny Sierra no off-road, o que, no fim, é mais desejável.

Por falar em off-road, os mais puristas vão gostar de saber que o acionamento da tração 4x4 na nova geração do Jimny passa a ser por alavanca convencional. Bastante fácil de operar, o sistema AllGrip Pro permite alternar entre os modos 4x2 e 4x4 em velocidades de até 100 km/h, bastando, para isso, deslocar a alavanca dedicada para frente ou para trás. Com o carro parado e o câmbio automático em Neutro, aciona-se a reduzida pressionando a alavanca e a deslocando totalmente para trás, fazendo com que o Jimny Sierra passe pelos mais variados obstáculos.

Para os praticantes de off-road, a boa ajuda da tecnologia chega por meio de recursos como o controle de descida, que não deixa o Jimny Sierra ultrapassar 10 km/h em declives com o 4x4 engatado ou 5 km/h com a reduzida acionada, além do LSD Brake. O recurso em questão atua com a tração 4x4 e em velocidades de até 30 km/h. Ele detecta, em algumas situações mais difíceis no off-road como o “X”, as rodas que perderam contato com o solo, aplicando o freio nas mesmas e redirecionando o torque/tração para as rodas que seguem com atrito no solo. O Jimny Sierra oferece 37º de ângulo de ataque, 49º de ângulo de saída e conta com 21 cm de altura em relação ao solo. A capacidade de submersão fica em 60 cm, mas os importadores da marca ao Brasil estão preparando um pacote de acessórios, com previsão de estreia para janeiro de 2020, que vai incluir um snorkel original para o modelo.

Se ficou melhor para dirigir, mais confortável e mais seguro, a quarta geração do Jimny também dá um salto em termos de nível de equipamentos e conectividade. Em todas as versões do Jimny você já vai encontrar uma excelente central multimídia com tela de 7” fornecida pela JBL, aparelho que se destaca pela ótima resolução das imagens. Há ainda computador de bordo, volante multifuncional, trio elétrico, chave presencial, entre outros recursos. O Jimny Sierra 4Style ainda acrescenta equipamentos que, em outros tempos, dificilmente cogitaríamos encontrar em um Jimny tais como faróis de LED, ar-condicionado automático digital, volante com revestimento de couro, controlador de velocidade de cruzeiro e câmera de ré, apenas para destacar os principais itens.

Para quem não está familiarizado com o modelo, o Jimny Sierra apresenta uma discreta melhora em termos de espaço interno em relação ao Jimny de terceira geração, que segue montado em Catalão (GO). Ambos são homologados para quatro pessoas e a cabine é bem restrita, por assim dizer. Com o banco traseiro em uso, o porta-malas do Jimny Sierra tem espaço para módicos 85 litros. Se a sua ideia é percorrer distâncias maiores e precisa de espaço, o mais indicado é viajar com apenas um passageiro e rebater o encosto dos assentos traseiros, o que libera 377 litros de espaço para bagagens considerando o volume até a região dos vidros laterais e sem comprometer a visão do motorista, como permite a lei.

A HPE, empresa que opera a marca Suzuki no Brasil, espera comercializar no país todo o volume que conseguir importar do Japão, algo em torno de 200 a 300 carros ao mês. A previsão é que, uma vez estabelecido o ritmo normal de vendas, a versão 4You automática responda por 70% dos emplacamentos.

É fato que as melhorias dinâmicas e a introdução da caixa automática no Jimny Sierra alçam o modelo para um novo patamar no mercado. Ele agora pode ser considerado uma alternativa viável aos SUVs compactos, em especial por um público bem específico, que não precisa de muito espaço na cabine e ao mesmo tempo não encontrava no segmento um veículo robusto, com carroceria sobre chassi e tração 4x4 com reduzida, dois atributos necessários para deslocamentos extremos. Se esse é o seu perfil, vale a pena considerar a compra do novo Jimny. Ele traz uma evolução notável em sua quarta geração, sem deixar de lado as características que sempre nortearam seu projeto. Um trabalho nota 10 da Suzuki!

 
 
Suzuki Jimny Sierra 2019
 
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
 
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
 
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
 
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
 
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
 
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
 
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
 
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
 
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
 
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
 
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
 
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
 
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
 
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
 
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
 
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2019
Suzuki Jimny Sierra 2020
 
Suzuki Jimny Sierra 2020
Suzuki Jimny Sierra 2020
Suzuki Jimny Sierra 2020
 
Suzuki Jimny Sierra 2020
Suzuki Jimny Sierra 2020
Suzuki Jimny Sierra 2020
 
Suzuki Jimny Sierra 2020
Suzuki Jimny Sierra 2020
Suzuki Jimny Sierra 2020
 
Suzuki Jimny Sierra 2020
Suzuki Jimny Sierra 2020
Suzuki Jimny Sierra 2020
 
Suzuki Jimny Sierra 2020
Suzuki Jimny Sierra 2020
Suzuki Jimny Sierra 2020
 
Suzuki Jimny Sierra 2020
Suzuki Jimny Sierra 2020
Suzuki Jimny Sierra 2020
 
Suzuki Jimny Sierra 2020
Suzuki Jimny Sierra 2020
 
 

Ficha técnica

Suzuki Jimny Sierra 2020 4Style 1.5 16V gasolina automático 4x4 2p
Categoria Jipe
Motor 4 cilindros, 1462 cm³
Potência 108 cv a 6000 rpm (gasolina)
Torque 14,1 kgfm a 4000 rpm
Dimensões Comprimento 3,645 m, largura 1,645 m, altura 1,725 m, entreeixos 2,25 m
Peso em ordem de marcha 1095 kg
Tanque de combustível 40 litros
Porta-malas 85 litros
Veja ficha completa

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/