BMW deve inaugurar novo segmento com Série 1 Sport Cross

Previsto para 2018, novo utilitário-esportivo deve ser baseado no hatch Série 1

BMW X4 é o modelo inédito da marca | Imagem: Divulgação

Assim como boa parte das demais montadoras, a BMW planeja aumentar ainda mais as vendas dos seus utilitários-esportivos no mercado mundial. Uma das sacadas da montadora alemã para o segmento será o Série 1 Sport Cross, que ao contrário dos atuais crossovers e SUVs da empresa, vai se posicionar no segmento dos “XCite”, de acordo com uma publicação do portal Automobile Magazine.

O novo Série 1 Sport Cross será a porta de entrada dos utilitários da BMW, ocupando o posto do atual X1, porém com uma proposta mais urbana, assim como já acontece com os crossovers compactos (leia-se Ford EcoSport, por exemplo). No visual, a novidade deve lembrar bastante o atual Série 1, mas com capô mais comprido e linhas mais musculosas – receita parecida com a usada pela Mercedes-Benz no GLA, que remete ao Classe A.

Todo o conjunto deve se resumir em uma mistura dos modelos das linhas X e M Sport. Haverá carroceria de duas e quatro portas. Quanto aos motores, o provável BMW Série 1 Sport Cross vai oferecer propulsores de três e quatro cilindros, com câmbio manual ou automático de seis velocidades.

Seu lançamento no mercado está previsto para 2018, com preço inferior a US$ 30 mil, mirando em modelos como o Citroën C4 Cactus. A BMW deve fabricar 250 mil unidades do novo modelo por ano para abastecer o mercado mundial.  

Recomendados por AUTOO

Youtube
Toyota Corolla Cross 2025 muda para encarar chineses

Toyota Corolla Cross 2025 muda para encarar chineses

Modelo ganhou novo visual e alguns equipamentos interessantes. Assista
Aviação
Maior avião brasileira está combatendo incêndios no Pantanal

Maior avião brasileira está combatendo incêndios no Pantanal

Embraer KC-390 da FAB pode ser convertido para avião bombeiro. Veja como funciona
MOTOO
Bajaj inaugura fábrica no Brasil

Bajaj inaugura fábrica no Brasil

Uma das maiores montadoras do mundo, a gigante indiana construiu fábrica própria em Manaus para produção de motocicletas