Brasil volta à 4ª posição no ranking de vendas mundial

China continua na primeira colocação e Volkswagen lidera mais um mês de vendas

A China já produziu 13 milhões de carros | Imagem: divulgação

Após perder a 4° posição no mercado global de carros para o Reino Unido em setembro, o Brasil retomou a antiga colocação em outubro, período em que o governo voltou a baixar o IPI para veículos. O balanço vem da consultoria Jato Dynamics, que publica seus informes com um delay de dois meses. Segundo a fonte, a indústria brasileira emplacou 326.904 automóveis no período analisado, enquanto o acumulado de vendas de 10 meses já chega a 2.993.878 unidades.

A China segue na liderança (mensal e no acumulado), com mais de 13 milhões de carros vendidos, a frente de EUA, que já vendeu mais de 11 milhões de carros, e Japão, que em outubro chegou a 4,5 milhões de veículos vendidos.

Destaque ainda para a Tailândia, que voltou ao top 10 do ranking mundial pouco mais de um ano após as inundações que paralisaram a indústria local. Conforme a pesquisa da Jato, a alta no país em outubro comparado ao mesmo período do ano passado foi de 232,2%.  O acumulado de vendas do país já chegou a 1.112.582 unidades.

Desempenho das marcas
 
A Volkswagen mais uma vez ficou a frente da Toyota no ranking global de fabricantes. A montadora alemã vendeu 500.847 carros em outubro, enquanto a marca japonesa parou em 476.028 unidades. Os orientais, entretanto, mantém a liderança no acumulado, com 5.303.028 veículos emplacados, 625.475 automóveis a mais do que a VW já vendeu este ano.

Completam o top 5 das montadoras a Ford, com acumulado de 4.008.410 emplacamentos no mundo todo, Chevrolet, que soma 3.572.574 unidades, e Hyundai, que vendeu 2.828.253 veículos entre janeiro e outubro deste ano, segundo números da Jato.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!