Desde 2009 na fila de espera, o primeiro automóvel que voa já pode desfilar suas asas pelas ruas dos Estados Unidos. É o Terrafugia Transition, que acaba de ter sua produção em série e permissão para rodar autorizada pelos orgãos reguladores do país. A licença, no entanto, ainda não libera o carro avião para vôo, exceto em testes e eventos de demonstração com pilotos da empresa no comando da aeronave. Ou carro?

A envergadura da asa do Transition de uma ponta a outra tem 8 metros e seu comprimento é de 6 metros. Isso no modo avião. Para andar nas ruas, as asas dobram e deixam o veículo com apenas 2,3 metros de largura, o suficiente para trafegar numa faixa de trânsito nos EUA. Mesmo com essa tamanho todo, o carro-avião da Terrafugia é extremamente leve, como manda o manual do engenheiro aeronáutico. Pesa meros 450 kg e para decolar não pode passar dos 650 kg.

Terrafugia Transition
Divulgação

No modo avião, a asa do Transition mede 8 metros de uma ponta a outra

Para andar no asfalto, o carro voador é como um automóvel comum. Há pedal de freio e acelerador, alavanca de câmbio automático e volante. Quando vira avião os comandos mudam um pouco. A aceleração é por alavanca e a direção é controlada por dois pedais no assoalho, que manejam o leme traseiro, e os dois manetes, para o motorista e o “co-piloto”, que aliás é o único passageiro extra que o Transition leva, além de poucas bagagens. Os pneus também têm todo um cuidado especial, pois têm de ser ideais para andar no asfalto e realizar pousos.

Terrafugia Transition
Divulgação

A cabine tem todos os comandos e instrumentos de avião e de carro

A propulsão, seja no ar ou no asfalto, é função do motor Rotax 912S, um bloco com pouco menos de um litro de deslocamento. Gera 100 cavalos de potência é impulsiona as rodas traseiras e a hélice tratora, posicionada na parte traseira, quando voa. Segundo a fabricante, o modelo é capaz de atingir até 185 km/h voando, mas no chão não passa dos 100 km/h. Já o tanque de gasolina com 87 litros garante um alcance de até 720 km pelo ar.

Terrafugia Transition
Divulgação

Para andar nas ruas basta dobrar as asas, o que é feito de forma manual

A Terrafugia afirma que bastam apenas 20 horas de vôo tirar a licença de Piloto Esporte nos EUA, a licença mínima requerida para um piloto alçar voo com o Transition, que já foi pré-enquadrado pela Administração Federal de Aviação dos EUA como uma “aeronave esportiva leve”, como são pequenos monomotores de marcas tradicionais do ramo como Cesna e Piper. O preço para andar de avião pelas ruas é US$ 194.000 no país, cerca R$ 303.400.

Thiago Vinholes

|