Citroën cria espaço Oscar Freire para chegada do DS3

Showroom no badalado ponto da moda em SP será inaugurado no 2° bimestre

Citroën DS3 na semana da moda de São Paulo | Imagem: Divulgação

A linha DS da Citroën, enfim, desembarcou no Brasil. A marca realizou nessa segunda-feira (23) a avant-premiere do DS3 no São Paulo Fashion Week, o principal evento do país voltado ao mundo da moda. Junto do carro, a montadora também anunciou durante o evento a criação do “espaço-conceito” Oscar Freire, um showroom diferenciado aos moldes da C42, a famosa vitrine da marca crevrons na Champs-Elysées, em Paris.

No entanto, ambas as novidades da fabricante não estream de imediato. Tanto as vendas do DS3 como as atividades no espaço Oscar Freire começam no segundo bimestre.

A montadora, porém, ainda esconde o jogo quando o assunto são informações sobre o novo veículo. “Ainda não podemos divulgar as especificações do carro que vem para o Brasil, mas adianto que ele chega para competir com Audi A1 e MINI Cooper”, contou Francesco Abbruzzisi, diretor-geral da Citroën no Brasil, ao AUTOO.

Segundo o executivo, o DS3 atuará na mesma faixa de preço dos concorrentes citados, que começam em R$ 69.950, no caso do Cooper, e R$ 98.900, valor inicial do A1. A marca francesa também não confirma quais versões do compacto serão oferecidas no país – o modelo exposto no SPFW é um 1.6 THP de 150 cv com câmbio manual.

Alguns dos features do modelo são ar-condicionado digital com duas zonas de climatização, navegador GPS, sistema de áudio, bancos de couro, equipamentos de segurança (ESP, ABS e airbags), além da possibilidade de personalização, que será um dos motes do veículo no Brasil.

Citroën Oscar Freire
Divulgação

Espaço Oscar Freire: local será usado como showroom e também para exposições de arte

Mais lojas, maior participação

Em 2011 um fato inusitado ocorreu com a Citroën no mercado brasileiro. Parte do Grupo PSA, a marca dos chevrons superou a Peugeot, a outra face do conglomerado francês, pelo segundo ano consecutivo. O mais comum no mercado internacional é o contrario, devido a linha da marca do leão composta por produtos mais acessíveis.

No ano passado, a Citroën obteve uma fatia de 2,63% do mercado brasileiro, enquanto a Peugeot deteve 2,51%. “Essa evolução pode ser resultado de nossa ampliação na rede de lojas, que até o final deste ano deve chegar a 185 pontos por todo país”, confirmou Abbruzzisi. “Nossa meta para 2012 é alcançar 3% de participação”, planeja o executivo.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!