Embora Peugeot e Citroën mantenham um clima de cordialidade – ao contrário das irmãs Hyundai e Kia -, a verdade é que as duas marcas do grupo francês PSA vivem situações inversas. Enquanto a Peugeot despenca nas vendas a Citroën comemora o acerto no lançamento do C3 Aircross e em vender hoje mais que sua parceira.

Como se sabe, a Peugeot é a marca mais popular enquanto a Citroën é voltada para um público mais abastado, tanto assim que nunca teve um modelo popular no Brasil. Mas em 2011 a Citroën é a 8ª marca mais vendida e a Peugeot, a 10ª,  e ameaçada de perder o posto para a cada vez mais agressiva Kia.

Enquanto espera pelo sucesso do sedã 408 e a chegada de novidades para 2012, como o hatch 308 e a nova família 208, a Peugeot vê sua irmã nadando de braçada. O próximo capítulo dessa virada ocorre no dia 23.

É quando a Citroën lançará o C3 Picasso, uma versão civil do paramentado Aircross. Sem os acessórios estradeiros, o novo Picasso brigará diretamente com as minivans Meriva, Idea e Livina, mas com a vantagem de oferecer os mesmos itens que o Aircross trouxe como GPS integrado ao painel e o acabamento mais requintado.

De quebra, a Citroën guarda na manga uma versão automática que deve ser lançada no 2º semestre. Aliás, o C3 Picasso começará a chegar às concessionárias em junho em duas versões, GLX e Exclusive, mas é possível que ganhe uma terceira opção mais simples. Com isso, a meta de vender 10 mil unidades por mês não parece impossível. Azar da irmã Peugeot.

Conheça os carros mais vendidos do Brasil nos últimos 10 anos

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/