Cobalt 2017 ganha direção elétrica e motor mais potente

Sedã da Chevrolet busca ser mais eficiente com motor 1.8 de 111 cv, câmbio manual de seis marchas e direção mais leve
Chevrolet Cobalt 2016

Chevrolet Cobalt 2016 | Imagem: Divulgação

Enquanto prepara seu maior lançamento no segundo semestre (a renovação da dupla Onix e Prisma), a Chevrolet deve colocar no mercado nas próximas semanas o Cobalt 2017. O sedã de espaço generoso havia recebido seu primeiro retoque no final do ano passado, mas a montadora guardou importantes novidades para este ano.

Segundo a revista Car & Driver, o Cobalt 2017 terá um importante aprimoramento no quesito eficiência. Para se enquadrar nas exigências do programa Inovar-Auto, o sedã passará a contar com câmbio manual de seis marchas (que distribui melhor o torque), direção com assistência elétrica (novidade que estará também no Onix) e que poupa o motor, além de um propulsor 1.8 8V revisado.

Com aprimoramentos já usados em outras situações, a GM reduziu atrito interno e aumentou a taxa de compressão de 10,5 para 12,3:1. O resultado é uma potência de 111 cv, três a mais do que antes, e torque ligeiramente superior de 17,7 kgfm (contra 17,1 antes). Ainda é pouco para um motor com esse volume, mas certamente o suficiente para chegar aos níveis de consumo que a lei exige.

Além da mexida na parte mecânica, o Cobalt receberá o sistema MyLink2, que conversar com o CarPlay e Android Auto, e também o serviço OnStar, que estreou no Cruze.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!