Com Levante, Maserati entra para o segmento de SUV

Utilitário esportivo Levante é equipado com motores V6 a diesel e gasolina e será mostrado no Salão de Genebra, em março
Maserati Levante 2017

Maserati Levante 2017 | Imagem: Divulgação

Devido ao sucesso (e lucro) das montadoras com os SUVs no mercado mundial, a Maserati também se rendeu ao segmento e anunciou na última semana o primeiro utilitário-esportivo da sua história. O novo Levante, que será atração da marca no Salão de Genebra, no início de março, chega para completar a linha de sedãs e esportivo da fabricante, que inclui o Quattroporte, Ghibli, GranTurismo e GranCabrio.

No quesito visual, o Maserati Levante segue a mesma identidade dos demais carros da empresa, com destaque para a dianteira agressiva, marcada pelos faróis esguios esperados em dois elementos, sendo os superiores ligados à grade, esta com oito filetes cromados verticais e o logotipo da marca no centro. Há ainda laterais com formas musculosas, especialmente na coluna C, que traz o logotipo “Saetta”, e traseira com forma aerodinâmica.

De acordo com a marca, o novo SUV tem chassi projetado para combinar o desempenho em estrada com a manipulação em terrenos off-road. Todas as versões serão equipadas de série com um sistema de suspensão eletrônica, que usa amortecimento controlado eletronicamente e molas a ar, além de sistema de tração nas quatro rodas.

O Levante será equipado com motores a gasolina a diesel, o que inclui um 3.0 V6 a gasolina de 355 cv ou 456 cv, sendo o primeiro capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 6,3 segundos e o segundo em 5,2 s, com velocidade máxima de 263 km/h, e também um 3.0 V6 turbodiesel de 278 cv, que alcança os 100 km/h em 6,9 segundos e tem máxima de 230 km/h.

A marca vai produzir o novo SUV na planta de Mirafiori, em Turim, na Itália, e será vendido na Europa e nos Estados Unidos a partir deste ano.  

Assine a newsletter semanal do AUTOO!