Conheça as novidades da Kia no Salão do Automóvel

SUV híbrido de nascença, Niro será o principal destaque, que contará também com os sedãs Cadenza GDI, Optima GT e o novo Cerato feito no México
Kia Niro 2017

Kia Niro 2017 | Imagem: Divulgação

Os atrasos na produção da nova fábrica da Kia no México inviabilizaram a apresentação de dois veículos que serão vendidos pela marca no Brasil a partir de 2017. O compacto Rio e o SUV subcompacto ‘KX3’ (nome provisório do modelo) ainda não entraram na linha de montagem na unidade mexicana e por isso não estarão no Salão do Automóvel em novembro.

Apenas o Cerato, primeiro produto da nova fábrica, estará no estande da Kia, já com leves retoques no visual e pronto para ser vendido no Brasil (o primeiro lote está em fase de liberação no porto).

Mas a Kia mostrará três modelos avançados, um deles já confirmado para venda aqui. São o novo Cadenza GDI, o Optima GT, turbo com injeção direta, e o Niro, um SUV compacto que foi concebido desde o início como um híbrido – uma espécie de ‘Prius jipinho’.

Mais de 21 km com um litro de gasolina

O Niro é um SUV do porte de um Honda HR-V, com entreeixos de 2,7 m e comprimento total de 4,35 m, ou seja, um pouco maior que o modelo japonês. Em vez de aproveitar um SUV existente para adaptar o powertrain híbrido, a Kia preferiu desenhar o Niro do zero e com isso obteve um veículo extremamente econômico e limpo.

Seus dois motores (elétrico de 43,6 cv e gasolina 1.6 GDI com 148 cv) trabalham em conjunto com um câmbio de dupla embreagem e contam também com refrigeração por meio do escapamento e sistema de regeneração de energia cinética – o Niro utiliza bateria de íon de lítio, de maior capacidade.

Com esse pacote, o Niro consegue rodar 50 milhas por galão, uma marca superior a do atual Prius. Ou seja, ele é capaz de percorrer 21,2 km com um litro de gasolina, uma marca impressionante, ainda mais para um utilitário esportivo.

Sedãs mais potentes

Ao lado do Niro estarão o sedã de luxo Cadenza, com motor GDI, com turbo e injeção direta a versão GT do Optima, com pegada esportiva e um motor 2.0 GDI com mais de 244 cv de potência e 35,7 kgfm de torque já a 1.400 rpm. É o Optima o único deles com venda confirmada no Brasil, mas sob encomenda apenas.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!