Diesel está 50% mais caro neste ano; litro passa de R$ 6,30 no Acre

Em novembro, preço médio do diesel S-10 ficou em R$ 5,68 por litro
Tanto o Compass como o Renegade produzidos no Brasil contam com versões diesel

Tanto o Compass como o Renegade produzidos no Brasil contam com versões diesel | Imagem: Divulgação

Segundo o Índice de Preços Ticket Log divulgado nesta quarta-feira (1), o mês de novembro terminou com o maior preço para o litro de diesel no país. 

De acordo com o levantamento, trata-se da sétima alta seguida para o combustível, que atingiu preço médio de R$ 5,617 para o litro do diesel comum e R$ 5,681 para o litro do diesel S-10, utilizado em motores mais modernos. 

“Quando comparamos os valores de hoje com o fechamento de novembro de 2020, período em que o diesel comum e o diesel S-10 custavam em média R$ 3,77, observamos que o aumento chegou a 50%, de acordo com o levantamento da Ticket Log”, analisa Douglas Pina, responsável pela área de mercado urbano da Edenred Brasil. 

Tanto o litro do diesel comum quanto o do S-10 mantiveram alta em todas as regiões brasileiras e a Norte segue liderando o ranking dos preços mais altos para os dois tipos - diesel comum a R$ 5,834 e o diesel S-10 com o litro a R$ 5,889. 

Apesar de continuar a ocupar a posição de menor preço médio para o diesel comum (R$ 5,212) e para o S-10 (R$ 5,259), a região Sul apresentou a maior variação de alta em ambos, sendo 8,43% e 7,61% respectivamente, pontua a responsável pela pesquisa. 

No recorte por Estado, acrescenta a Ticket Log, o Distrito Federal teve a maior alta no valor do diesel comum, passando de R$ 5,274 para R$ 5,785, acréscimo de 9,69%, no comparativo com outubro. O maior valor médio foi comercializado a R$ 6,317 no Acre, ante a menor média registrada no Paraná, de R$ 5,125. 

Os postos do Acre venderam o diesel S-10 pelo maior preço médio do País, a R$ 6,285. Assim como o diesel comum e repetindo os resultados do mês anterior, o menor preço do tipo S-10 foi comercializado no Paraná por R$ 5,179.

Diesel
Diesel atingiu maior preço em novembro, segundo pesquisa
Imagem: Reprodução internet