Empresa cria híbrido de moto e carro esportivo

Com duas rodas na frente e uma atrás, Slingshot é o inédito triciclo da Polaris; motor é um 2.4 de 173 cv

O Polaris Slingshot mistura características de carro e moto | Imagem: Polaris

A Polaris é uma empresa de Minnesota conhecida por fabricar quadriciclos, muito populares nos Estados Unidos no campo do lazer e trabalho. Embora todos eles tenham linhas invocadas, gaiolas malucas e muito potencial para o fora de estrada, nenhum deles se compara ao inédito Slingshot, novo “brinquedo" que a marca acaba de lançar no mercado. Com características que misturam carro e moto – são duas rodas na frente e uma atrás - , este triciclo tem verdadeiras características de esportivo.

No Slingshot duas pessoas vão sentadas lado a lado, diferente do triciclo Can-Am Spyder, onde os ocupantes vão sentados um atrás do outro, como em uma moto, e há guidão. O triciclo da Polaris está mais para o T-Rex, da empresa canadense Campagna, seu rival mais próximo.

Foram três anos de desenvolvimento até ele sair do papel. Ele é equipado com um motor 2.4 EcoTec, da General Motors, de nada menos que 173 cv de potência e 22,94 kgfm de torque. O cambio é manual de cinco marchas e a tração, traseira. Embora o desempenho não tenha sido divulgado, lembre-se de que estamos falando de um veículo que pesa apenas 771 kg, ou seja, ele deve ser rápido. 

O modelo não possui teto ou capota e tem dinemsões comedidas, são 3,80 metros de comprimento, 2,67 m de entre-eixos, 1,97 m de largura e 1,32 m de altura. O cockpit, embora simples, tem aspecto futurista com painel de instrumentos completo atrás do volante e uma tela de LCD no painel central para a versão top de linha SL. Os assentos são impermeáveis e ficam a apenas 30 cm do solo. As rodas são de liga-leve de 18 polegadas na dianteira e de 20 polegadas na traseira, também para a versão mais cara.

Construído sob um chassi tubular feito em aço de alta resistência, possui na suspensão traseira um enorme braço oscilante em alumínio que trabalha em conjunto com um amortecedor Sachs. O freios são ABS e há controle de tração de série.
 
Para pilotar, deve-se utilizar capacetes, o cinto de segurança de três pontos e, em alguns lugares, é exigida também a habilitação de motos. São oferecidas duas configurações, a básica por U$19.999 (ou o equivalente a cerca de R$ 45 mil, sem impostos) e a SL por U$ 23.999 (ou cerca de R$ 54 mil, também sem incluir as taxas).

Confira o Slingshot em ação:

Recomendados por AUTOO

Youtube
Toyota Corolla Cross 2025 muda para encarar chineses

Toyota Corolla Cross 2025 muda para encarar chineses

Modelo ganhou novo visual e alguns equipamentos interessantes. Assista
Aviação
Maior avião brasileiro está combatendo incêndios no Pantanal

Maior avião brasileiro está combatendo incêndios no Pantanal

Embraer KC-390 da FAB pode ser convertido para avião bombeiro. Veja como funciona
MOTOO
Bajaj inaugura fábrica no Brasil

Bajaj inaugura fábrica no Brasil

Uma das maiores montadoras do mundo, a gigante indiana construiu fábrica própria em Manaus para produção de motocicletas