Ford relança marca de luxo Lincoln

Com modelo MKZ, grupo quer torná-la uma rival da Cadillac e outras marcas premium europeias e asiáticas

Lincoln MKZ 2013 | Imagem: Divulgação

A Ford decidiu relançar no mercado americano e chinês a Lincoln, marca de luxo que andava relegada a um papel secundário em sua estratégia global. Com o lançamento do novo sedã MKZ, a marca agora passa a ser uma empresa à parte batizada de "The Lincoln Motor Company" e, aparentemente, deverá ter atuação global.

Até então, a Lincoln vivia apenas dos consumidores mais conservadores nos Estados Unidos, mas em vez de ter produtos próprios, a Ford decidiu na época utilizar plataformas de outros carros mais simples para manter seu portfólio. É o caso do crossover MKX, que é uma versão do Edge, e do próprio MKZ que, na geração anterior, utilizava a base do Fusion antigo.

Agora a proposta é justamente o oposto: a nova Lincoln terá uma linha de carros própria e desenvolvimento independente da Ford. Segundo a marca, serão lançados quatro modelos inéditos até 2016.

A Ford, no entanto, não deixou claro se a Lincoln chegará a outros mercados como o europeu ou mesmo o brasileiro.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!